Com espaço no Palmeiras, Michel Bastos reencontra SP por redenção

Do UOL, em São Paulo

  • Agência Palmeiras

    Michel Bastos comemora gol do Palmeiras contra a Ferroviária

    Michel Bastos comemora gol do Palmeiras contra a Ferroviária

Após uma passagem que não deixou saudades no Morumbi, Michel Bastos tem a chance de reencontrar o São Paulo pela primeira vez depois que deixou o clube. O reencontro está marcado para este sábado, no Allianz Parque, às 16h. Logo que chegou na Academia de Futebol, disse que vinha em busca de uma redenção. O clássico pode ser marcante para isso.

Mostrando bastante adaptação ao novo ambiente, o atleta terá a chance de mostrar aos são-paulinos que poderia ter sido melhor aproveitado.
Chamado por alguns de "Migué Bastos" por supostamente não ter vontade e perder muitos jogos, o atleta de 33 anos tem aproveitado bastante o início de temporada. Ele participou de sete dos oito jogos oficiais de 2017, sendo que em três ele atuou por 90 minutos, com direito a dois gols.

No empate contra o Tucumán, na noite da última quarta-feira (8), venceu a concorrência para mais uma vez ser titular, mas precisou ser substituído ainda no primeiro tempo por causa da expulsão de Vitor Hugo.

Taticamente, Michel tem agradado porque consegue jogar na esquerda e na direita e cumpre papel importante também na marcação. Embora ainda não faça brilhar os olhos do torcedor, conseguiu a confiança de Eduardo Baptista por alternar também entre jogadas pelo meio-campo e pela ponta, além de ter poder na bola parada.

Fora de campo, o jogador que esteve na Copa do Mundo de 2010 ao lado de Felipe Melo, também se adaptou rapidamente ao outro lado do muro. Notadamente fã de pôquer, ele já participava junto com outros palmeirenses (Vitor Hugo, Moisés e Alecsandro) de campeonatos oficiais da modalidade que eram disputados em São Paulo.

Agora no prédio da concentração recém-inaugurado na Academia de Futebol, ele é presença constante na mesa de carteado que o clube colocou à disposição de seus jogadores. Essa, aliás, é uma das atrações preferidas dos palmeirenses.

Para acelerar também a introdução ao grupo, Michel Bastos se aproximou bastante de um daqueles que poderiam ser considerado seus concorrentes por posição: Egídio. Nas redes sociais, é comum ver os dois com brincadeiras em todos os momentos: na musculação, na concentração, nas poltronas de ônibus e aviões e dentro dos gramados.

Contratado sem custos após ser liberado pelo São Paulo, Michel ainda chegou ao grupo recebendo muita moral do homem forte do futebol, Alexandre Mattos. "Faz anos que eu tento a contratação dele porque sei da pessoa que é o Michel", cravou logo na sua apresentação.

Em contrapartida, o jogador fez questão de repetir por algumas vezes que as pessoas ficaram com a impressão errada dele e que não era do tipo polêmico. Pelo menos por enquanto, tem conseguido cumprir a meta de não ser manchetes por problemas. 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos