Condição física põe Botafogo em alerta antes de jogar Libertadores

Do UOL, em São Paulo

O Botafogo tem alguns problemas para o jogo da terça-feira (14) contra o Estudiantes (Argentina), válido pela primeira rodada do grupo 1 da Copa Libertadores da América. Todos eles envolvendo questões físicas.

Na vitória desta quinta-feira por 1 a 0 sobre o Volta Redonda, em jogo pela primeira rodada da Taça Rio, o técnico Jair Ventura foi obrigado a fazer três substituições. Sentindo dores, o lateral direito Jonas e o volante Matheus Fernandes saíram de campo no intervalo; substituto do primeiro, o meia Leandrinho também durou pouco, dando lugar ao zagueiro Marcelo na etapa final.

A cinco dias da estreia na fase de grupos da Copa Libertadores da América, o técnico Jair Ventura admite preocupação com a condição física de seu elenco. Para o treinador, o grupo ainda não alcançou o ritmo ideal.

"Eu falei para vocês (jornalistas) antes do jogo que o nosso planejamento, nosso ápice físico, seria para o dia 14. Hoje ficou notória nossa condição física, que nós cansamos bastante no final do jogo", afirmou, relembrando as duas "pré-temporadas" do time – no fim de janeiro, antes da fase de classificação para a fase de grupos da Libertadores, e outra anterior, antes da estreia no Campeonato Carioca contra o Madureira (derrota por 2 a 0). "A gente está em uma evolução."

Diante do Volta Redonda, Jair Ventura tentou aproximar o elenco do ritmo ideal, mas acabou ganhando problemas no decorrer do jogo.

"Foram três substituições forçadas. Eu não programei nenhuma delas. Todos os jogadores tiveram algum incômodo e pediram para sair. Complica - você tem que se reinventar ali", reconheceu, prevendo problemas para os próximos dias. "Acho que pesou o cansaço. A gente já tinha falado da situação física, mas o que mais me preocupa são as substituições dos jogadores que pediram para sair. Agora é reavaliar os três e torcer para que eles estejam bem para jogar nosso jogo na terça-feira", acrescentou.

Camilo também pode ser problema

No fim do jogo, com as três substituições já feitas, o Botafogo correu o risco de ficar sem Camilo. O meia sentiu dores na perna esquerda ao tentar dominar um passe nos minutos finais da partida e precisou passar alguns minutos fora de campo. Até retornou, mas passou os últimos momentos do jogo contra o Volta Redonda mancando.

Ao final da partida, Camilo deixou o campo aplaudido pela torcida e sem indicar problemas. Entretanto, o meia também deve ser avaliado e figura na lista de problemas para Jair Ventura resolver até a partida da terça-feira.

"Isso acaba sendo normal. É um desgaste normal do jogo. Mostra o quanto eles ajudaram na parte defensiva. Eles não são robôs, nem nós", afirmou o lateral Victor Luís, em entrevista ao canal de TV por assinatura Premiére, após a vitória sobre o Volta Redonda.

Em entrevista coletiva, Jair reforçou a preocupação com a condição física demonstrada contra o Volta Redonda. "Mesmo com todo o nosso cansaço, que nós sabíamos que iria acontecer, nós fomos eficientes e fizemos o gol", analisou o técnico.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos