'Cornetada' até por argentinos, defesa do Fla vibra com volta por cima

Do UOL, no Rio de Janeiro

  • Felipe Dana/AP

    Réver, do Flamengo, disputa jogada aérea com Coloccini, do San Lorenzo, no Maracanã

    Réver, do Flamengo, disputa jogada aérea com Coloccini, do San Lorenzo, no Maracanã

Além do início com o pé direito na convincente goleada por 4 a 0 sobre o San Lorenzo na estreia na Copa Libertadores, o Flamengo vibrou com a volta por cima de seu sistema defensivo. Muito criticado após a perda do título da Taça Guanabara para o Fluminense no domingo passado (5), o setor saiu ileso e praticamente não sofreu sustos diante dos argentinos.

"A vitória serviu para provar mais uma vez que somos capazes. Quando tudo parece, às vezes, conspirar contra, a gente faz uma partida dessa. Temos que manter esse foco para não gerar essa dúvida. No nosso elenco não temos dúvidas, mas às vezes, de fora, gera-se uma dúvida e a vitória foi importante para colocar um ponto final nisso", declarou o zagueiro e capitão Réver.

O defensor fez questão de enaltecer o desempenho da equipe e defender os mais criticados.

"Todo mundo ficou chateado com o que aconteceu no domingo, mas sabemos lidar com isso. Acima de tudo somos profissionais. Está todo mundo de parabéns. Principalmente o Zé (Ricardo), que foi contestado assim como outras peças", disse.

Antes do duelo com o San Lorenzo, o jornal argentino "Olé" chegou a classificar o sistema defensivo do Flamengo como frágil. O volante Willian Arão, porém, preferiu não entrar em polêmica:

"Eu não gosto de ficar rebatendo críticas. Antes dos três gols que tomamos do Fluminense, tínhamos tomado somente dois no ano. Não tem muito o que falar. Mostramos o nosso sistema defensivo sólido. Esse é o nosso time".

Já o volante Rômulo, que marcou seu primeiro gol com a camisa rubro-negra, classificou o desempenho diante do Fluminense como "atípico".

"Contra o Fluminense foi atípico. Tínhamos consciência disso. Nosso elenco sempre trabalhou com muita seriedade no dia a dia. Contra o Fluminense foi aquele dia que tudo dá errado e, mesmo assim, não perdemos", declarou o jogador, lembrando que no tempo normal a partida acabou em 3 a 3 com o Flamengo sendo derrotado nos pênaltis.
 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos