Fisco italiano suspende execução de sentença por sonegação de Maradona

Do UOL, em São Paulo

  • Raad Adayleh/AP

    Maradona vive novo capítulo de sua batalha com o fisco da Itália

    Maradona vive novo capítulo de sua batalha com o fisco da Itália

O fisco da Itália suspendeu a execução da sentença do ex-jogador Diego Maradona, que havia sido condenado em 2005 por sonegação de impostos.

O argentino era cobrado pela Justiça por uma dívida fiscal de 37,2 milhões de euros (R$ 125 milhões, em valores atuais), dos quais 23,5 milhões de euros (R$ 79 milhões) correspondem a juros. A cobrança abrange a época em que ele foi atleta do Napoli, entre 1984 e 1991.

Uma nota divulgada pelo advogado de Maradona na Argentina, Matías Morla, afirma que "está suspenso o juízo de execução" sobre bens de Maradona.

No mês passado, o presidente do Napoli, Aurelio De Laurentiis, afirmou que está disposto a oferecer ao ídolo um cargo de embaixador do clube, caso ele resolva sua pendência com o fisco italiano.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos