Números mostram que Neymar cresce em jogos decisivos pelo Barça

Do UOL, em São Paulo

  • AFP PHOTO / LLUIS GENE

    Neymar comemora a vitória por 6 a 1; brasileiro costuma decidir para o Barça

    Neymar comemora a vitória por 6 a 1; brasileiro costuma decidir para o Barça

O próprio Neymar disse considerar a atuação contra o PSG como a melhor da sua vida. Não foi, no entanto, a primeira vez que ele decidiu pelo Barcelona. Um levantamento do UOL Esporte mostra que, contra outros grandes ou em mata-matas, quase 60% dos gols do brasileiro saem quando seu time está perdendo ou empatando.

Desde que ele chegou ao Camp Nou, foram 32 gols marcados em situações do tipo. Em 19 delas o Barcelona estava em desvantagem no jogo, na eliminatória ou no mínimo empatado, contra 13 em que o time já tinha a vitória encaminhada. Na última quarta, por exemplo, ele fez dois quando os catalães buscavam a maior virada da história da Liga. A pesquisa leva em conta todos os confrontos de mata-mata do Barcelona no período e jogos com outros times "grandes" fora de fases eliminatórias. Do total, 59,3% dos gols ocorrem quando a equipe mais precisa.

Foi assim no primeiro jogo de Neymar contra o Real Madrid, quando ele abriu caminho para a vitória por 2 a 1. Ou nos dois jogos contra o PSG na fase de grupos da Liga em 2014/15, quando ele decidiu o primeiro no Camp Nou e desempatou um jogo duro em Paris que terminaria 3 a 1 para os catalães. Nas semifinais daquele ano, foi o brasileiro quem empatou e virou contra o Bayern, em Munique, quando os alemães ameaçavam uma reação no jogo de volta. Contra o Arsenal, na temporada passada, ele abriu o placar nas oitavas. 

Se for levar em consideração todos os rivais, Neymar segue decisivo. Segundo o site Transfermarkt, são 99 gols pelo Barcelona em jogos oficiais. Em 56 oportunidades ele marcou quando o time já tinha a vantagem. Outras 43 vezes, no entanto, foi o brasileiro quem empatou o confronto ou colocou os catalães em vantagem.

Para efeito de comparação, Lionel Messi tem números parecidos no mesmo período. No mesmo recorte usado para Neymar, ou seja, jogos eliminatórios ou diante de outros "grandes", o argentino foi às redes em 41 oportunidades. Em 25 delas o Barcelona empatava ou perdia, enquanto em 16 estava à frente no placar. No total, 60,9% dos gols são quando o time mais precisa, somente um pouco acima do ex-santista em números absolutos ou no percentual.

A diferença é que o argentino, na soma total, tem bem mais gols que Neymar. Desde a temporada 2013/14, quando o brasileiro foi contratado, Messi marcou 176 vezes contra as 99 do companheiro de ataque. Em 83 delas, o Barcelona perdia ou empatava a partida, contra 93 em vantagem.

Blogueiros do UOL: Barça x PSG; foi épico, mas foi roubado

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos