Rafael supera o ídolo Fábio e sofre menos de 0,5 gol por jogo no Cruzeiro

Thiago Fernandes

Do UOL, em Belo Horizonte

  • Anderson Stevens/Light Press/Cruzeiro

    Rafael vive ótima fase com a camisa do Cruzeiro

    Rafael vive ótima fase com a camisa do Cruzeiro

Quando o assunto é um goleiro para defender a meta do Cruzeiro, Mano Menezes não tem o que reclamar. Além de Fábio, atualmente lesionado, o treinador conta com um jogador que tem se destacado.

Rafael iniciou 2017 com o pé direito e mostra que pode atuar na vaga do antigo capitão quando necessário. Em 11 partidas disputadas na temporada, ele sofreu apenas cinco gols, uma média de menos de um gol a cada dois jogos.

Os números são superiores ao do ídolo Fábio durante a temporada passada. Antes de se lesionar, o experiente goleiro havia disputado 38 partidas, com 48 gols sofridos. A sua média foi de 1,26 gol sofrido por confronto.

Apesar das ótimas defesas feitas no período em que assumiu a condição de titular, Rafael divide os méritos com o restante do elenco:

"Quando um time marca muitos gols temos o costume de dizer que o ataque vai bem e quando sofremos poucos gols é normal dizer que o mérito é do sistema defensivo. Claro que setor de marcação tem uma interferência direta, mas o nosso time marca muito bem e essa marcação começa lá na frente com os nossos atacantes. Por tanto, todos tem uma grande contribuição para que nosso time sofra poucos gols", comentou.

Mesmo atribuindo a marca ao trabalho coletivo, o camisa 12 não esconde a satisfação por contribuir para o bom início de temporada do time: "Eu fico muito feliz em ver que estou contribuindo com o grupo. É muita responsabilidade defender um time do nível do Cruzeiro e este número mostra que estamos correspondendo as expectativas da comissão técnica, diretoria e torcida".

Em 2016, Rafael já teve um bom desempenho. Com uma média de 0,82 gols sofridos no Campeonato Brasileiro, ajudou o time a se recuperar na competição.

"Os goleiros do Cruzeiro trabalham muito. O Robertinho exige de todos nós dedicação e profissionalismo e nós estamos muito bem servidos de treinador de goleiros. Robertinho sempre chega com novos treinamentos, simula situações de jogo com alto grau de dificuldade, que ajuda a nos manter sempre bem preparados", finalizou.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos