SP conta com especialistas em Palmeiras e clássicos para acabar com tabu

José Eduardo Martins

Do UOL, em São Paulo

  • Julia Chequer/Folhapress

    Wellington Nem é uma das esperanças do São Paulo

    Wellington Nem é uma das esperanças do São Paulo

Apesar de nunca ter vencido o Palmeiras no Allianz Parque, o São Paulo tem motivos para confiar na quebra do tabu neste sábado, às 16h. Para conseguir a inédita vitória na casa do adversário após três derrotas, o Tricolor conta com o apoio de especialistas no assunto.

O zagueiro Lugano, de 36 anos, não sabe o que é perder para o arquirrival. Somadas as duas passagens dele pelo Tricolor, ele enfrentou o Palmeiras em nove jogos (ganhou sete e empatou dois). Neste sábado, ele deve ser o escolhido pelo técnico Rogério Ceni para a vaga de Maicon, que se recupera de entorse no tornozelo esquerdo.

No ataque, Wellington Nem, contratado nesta temporada, tem a oportunidade de reencontrar o Palmeiras. Quando defendia o Figueirense e o Fluminense, ele ganhou duas vezes do Alviverde fora de casa (2 a 1, em 2011, pelo time catarinense; 3 a 2, em 2012, pela equipe carioca).

"Os dois jogos foram muito importantes contra o Palmeiras. O último, pelo Fluminense, foi mais importante ainda por ser o do título Brasileiro. A gente ganhou deles. O outro foi pelo Figueirense, eu fiz um gol, dei um passe para gol e fui escolhido o melhor da rodada. Foram dois jogos marcantes para mim. Espero que neste sábado, que também será um jogo importante, eu possa ajudar o São Paulo a sair com a vitória", disse Wellington Nem, que destaca a força do adversário, que divide suas atenções entre o Paulista e a Libertadores.

"Será um clássico na casa do Palmeiras, eles têm um elenco muito forte. Acredito que o Palmeiras não vai colocar só reservas [por conta da disputa da Libertadores] porque é um clássico, e o primeiro deste ano [contra o Corinthians] eles perderam. Vai ser um jogo difícil mas estamos confiantes", garantiu o atacante.

Também no setor ofensivo, Luiz Araújo tem a chance de manter o seu bom momento no clássico. O atacante, que participou da derrota por 2 a 1 para o arquirrival no Brasileiro do ano passado, tem seus motivos para estar motivado. Autor de cinco gols e de cinco assistências nesta temporada, ele balançou as redes no profissional pela primeira vez em um clássico contra o Corinthians (vitória por 4 a 0), no ano passado. Para completar, ele mudou a história do jogo contra o Santos, no Paulista desta temporada, na Vila Belmiro. Na ocasião, ele entrou no segundo tempo e marcou dois gols no triunfo por 3 a 1.

"Fui feliz em fazer gols nos clássicos. Agora, tem o jogo contra o Palmeiras e vou entrar para dar o meu melhor. E, é claro, se sobrar a oportunidade, vou fazer para ajudar o São Paulo", disse Luiz Araújo.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos