Santos goleia pela 2ª vez no ano, e Dorival ganha 'dor de cabeça' no ataque

Do UOL, em Santos (SP)

A goleada por 4 a 1 sobre o São Bernardo no último domingo (12), a segunda do Santos na temporada (a primeira foi na estreia contra o Linense, 6 a 2), pode ainda não credenciar Bruno Henrique e Vladimir Hernández como titulares da equipe no jogo da próxima quinta-feira (16), contra o The Strongest-BOL, na Vila Belmiro, pela Libertadores. Porém, o resultado e, principalmente, o desempenho do time e dos atacantes na partida do Campeonato Paulista, certamente colocam em Dorival Júnior uma 'dor de cabeça' para a sequência dos jogos.

Contratação mais cara da era Modesto Roma, Bruno Henrique é o segundo reforço mais utilizado por Dorival Júnior, com 329 minutos em oito jogos. Ele só perde para Leandro Donizete, que aproveitou a lesão de Renato para atuar seis partidas como titular. E neste domingo (12), o atacante finalmente desencantou e foi 'o cara' do Santos, com três gols.

Já Vladimir Hernández só não jogou mais por conta de problemas na documentação. Neste domingo (12), ele fez a sua estreia como titular, e já mostrou seu 'cartão de visitas': duas assistências, além de participação direta no primeiro gol. Não à toa, saiu de campo ovacionado pela torcida santista ao ser substituído no segundo tempo de jogo.

Para 'ajudar' Bruno Henrique e Vladimir Hernández em uma possível titularidade na partida de quinta-feira (16), os donos da posição, Copete e Vitor Bueno, não vivem grande fase. O colombiano foi substituído nos dois últimos jogos, enquanto Bueno deixou o campo na última quinta-feira, na estreia do time na Libertadores, ainda antes dos 15min do segundo tempo. E foram justamente Bruno Henrique e Hernández que entraram em suas vagas, deixando a equipe mais veloz e ajudando a garantir o empate por 1 a 1 contra o Sporting Cristal-PER.

Por enquanto, porém, Dorival evita falar sobre mudanças na equipe. Mas, ao mesmo tempo, fez questão de elogiar Bruno Henrique e Vladimir após a goleada sobre o São Bernardo.

"Eles não vieram para cá por um acaso, tudo é questão de tempo. A equipe teve uma atuação muito boa. Esses jogadores, aos poucos, vão ganhando melhores condições. Aos poucos, as coisas vão acontecendo, de uma maneira natural", destacou o treinador santista.

Com a chave já virada para a Libertadores, o Santos volta aos treinos na tarde desta segunda-feira (13), no CT Rei Pelé.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos