Mídia argentina celebra tropeço do Atlético-PR e minimiza goleada

Napoleão de Almeida

Colaboração para o UOL, em Buenos Aires

  • REUTERS/Rodolfo Buhrer

Para a imprensa argentina, a melhor notícia para o San Lorenzo na última semana foi o gol de Noir aos 44 do segundo tempo na Arena da Baixada, que fez com que o Atlético Paranaense não passasse de um empate com a Universidad Católica. Na análise dos jornalistas que cobrem o clube, o tropeço do Furacão diminuiu muito o impacto da goleada sofrida para o Flamengo.

"Seria uma derrota natural. Quatro a zero não é bom, mas se fossemos ver antes do jogo, era natural perder no Brasil", analisou o apresentador Pablo Stecco, do Sportscenter Argentina, que transmitiu ao vivo o treino da manhã do San Lorenzo. Da mesma forma, a FOX Sports acompanhava o time de Diego Aguirre: "É quase uma final", disse o âncora Dani Retamozo.

O mando de campo é outra arma valorizada pelos jornalistas e pelo San Lorenzo, que no final de semana bateu o Belgrano por 2 a 1 e assumiu a segunda posição no Argentino, com três pontos a menos que o Boca após 15 rodadas. O campeonato, que começou em 2016, ficou quase 80 dias parado por conta de uma greve dos jogadores.

"Na quarta, temos que ganhar sim ou sim", declarou o atacante Ezequiel Cerutti. A linha é a mesma do analista da ESPN: "Tem que somar 10 pontos, ganhar as três em casa e buscar algo fora".
 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos