Torcedores do Boa ignoram Eliza e tietam Bruno em ida ao estádio

Gustavo Franceschini

Do UOL, em Varginha

  • Gustavo Franceschini/UOL

    Bruno posa para foto com torcedor do Boa Esporte

    Bruno posa para foto com torcedor do Boa Esporte

Ainda sem condições de jogo, Bruno foi ao estádio para ver o Boa jogar pela segunda divisão do Mineiro contra o Araxá. No primeiro contato, a torcida do clube de Varginha ignorou completamente o passado do goleiro, condenado em primeira instância a mais de 22 anos de prisão por homicídio triplamente qualificado, ocultação de cadáver e cárcere privado no caso Eliza Samudio. Como quem recebe um ídolo, torcedores de todas as idades tiraram fotos e deram boas vindas a ele.

"Seja bem vindo, Bruno", disseram os primeiros jovens a abraçá-lo na chegada ao estádio Melão. " Você ainda vai fazer muito sucesso por aqui", disse um senhor com a camisa do Boa.

Bruno respondeu a tudo sorridente e à vontade. Fez questão de posar para todas as selfies e fez até piada com a camiseta de um dos fãs. Como tem sido desde que chegou a Varginha, Eliza Samudio e sua morte foram esquecidas tanto pelo goleiro como por quem se aproximou dele para tietar.

"Todo mundo merece uma segunda chance é acho que vai ser importante para o Boa. Com ele a gente vai para a primeira divisão", disse André Luiz, eletricista e membro da organizada do clube.

Gustavo Franceschini/UOL
Jornalista Renato Magalhães foi ao jogo com camisa do Flamengo

Teve quem aparecesse no estádio com a camisa do Flamengo, como o jornalista Renato Magalhães, que confirmou ter escolhido a roupa em referência a Bruno. Além dele, mais uma jovem que não quis dar entrevista também usou o uniforme do ex-clube do goleiro na arquibancada.

Bruno está solto porque o STF entendeu, há pouco mais de duas semanas, que ele estava cumprindo prisão preventiva há quase sete anos sem " justa causa". Embora tenha sido condenado por júri popular em 2013, o goleiro recorreu à decisão é, no entendimento do Supremo, deve aguardar o resultado em liberdade.

Também repetindo a postura dos últimos dias, Bruno falou pouco com a imprensa. Disse torcer por uma vitória do Boa e foi, com seu estafe, dirigentes do clube e a  equipe que está fazendo seu documentário para uma área isolada do estádio.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos