Empresário diz que Barcelona não tem interesse em sub-12 do Grêmio

Jeremias Wernek

Do UOL, em Porto Alegre

  • Lucas Uebel/Grêmio

    Manu não voltou aos treinos na escolinha do Grêmio após visita ao Barcelona

    Manu não voltou aos treinos na escolinha do Grêmio após visita ao Barcelona

Emanuel Ferreira, 10 anos, não vai jogar no Barcelona. Esta é a garantia de Mazinho, tetracampeão mundial em 1994 com a seleção brasileira, e que levou o jovem do Grêmio para um período de treinos na Espanha. O ex-jogador, pai de Rafinha e Thiago Alcântara, ainda revelou ter entrado em contato com o clube gaúcho nesta quarta-feira (15) para garantir que não há negociação.

"Eu liguei para o Grêmio e expliquei que foram só treinos, o Barcelona não tem interesse. O menino é do Grêmio, tem que voltar ao Grêmio", disse Mazinho ao UOL Esporte.

Manu, como é chamado, viajou à Espanha e treinou durante duas semanas no Barcelona. Na volta ao Brasil, não se reapresentou ao Grêmio. O pai, que era funcionário do clube, segundo a diretoria do Tricolor, se demitiu.

Mazinho afirma que tem boa relação com a família, mas não sabe do paradeiro do pai e do filho. E também não tem explicação para ausência de Emanuel na retomada dos treinos da escolinha de futebol do Grêmio.

"Eu estou tentando localizar o pai para saber. Não sei por que o moleque não voltou a treinar. Falei com eles pela última vez na semana passada, ainda comentamos sobre os jogos da Champions", contou.

O Grêmio, diante da ausência nos treinos, afirma estar coletando provas para acionar o Barcelona junto à Fifa sob alegação de aliciamento. Manu chegou ao Grêmio no começo de 2015 e atuou por dois anos no time sub-10, tamanha sua qualidade técnica.

Confira a entrevista com Mazinho:

UOL Esporte: Você é citado como um dos responsáveis pelo período de treinos de Manu na Espanha. Como foi isso, como está essa situação?

Mazinho: O garoto estava de férias, o Grêmio deu uma carta para fazer treinos no Barcelona. O prazo da carta foi tudo normal, tudo certo. Ele treinou, voltou e nada mais. O Barcelona não tem interesse no garoto. Foi simplesmente nas férias, eu conheço bem a família. O Grêmio estava de acordo. O Grêmio deu uma carta para o garoto treinar aqui por 10 dias. Sem nenhum problema. Não entendo o que saiu na mídia, foi bem prejudicial ao Barcelona. O Barcelona não roubou nenhum jogador, não aliciou ninguém. É história mal contada.

E você procurou a família ou alguém para ver a atual situação?

O Grêmio sabe de tudo, deu autorização para só treinar e nada mais. Eu liguei para o Grêmio e expliquei que eram só treinos, com um diretor e expliquei o que foi feito, citei a carta. Não tem nenhuma intenção (do Barcelona). Primeiro não pode, pela idade, e o Barcelona não faz isso. A gente só trouxe para treinar, conhecer jogadores. Era um plus ao garoto. A gente fez tudo legalmente, para não dar problema a ninguém. O Barcelona só faz isso quando tem autorização e havia a carta.

Você citou que é amigo da família. Sabe o motivo do Manu não ter voltado aos treinos em Porto Alegre?

Eu estou tentando localizar o pai para saber. Não sei por que o moleque não voltou a treinar. O moleque é do Grêmio, tem que voltar ao Grêmio.

Nesse período na Europa o Manu treinou em algum outro clube?

Ficou duas semanas aqui em Barcelona, com a gente. Não ficou em nenhum clube. Eu levei eles ao aeroporto, então posso te garantir que não houve visita ou treino em nenhum outro clube.

UOL Esporte: O que o Barcelona disse sobre o Manu, após estes treinos?

Mazinho: Falaram que é um bom garoto, mas não tem como ficar aqui no Barcelona. Principalmente pela idade. Ele tem as condições fantásticas para se tornar um grande jogador, mas não tem como ficar aqui.

O Grêmio cita até as fotos do Manu com Messi e Suárez para confirmar a ideia de que ele foi seduzido a viver na Espanha e jogar no Barcelona...

As fotos são normais, quem não tiraria foto com jogadores? Todo menino quer abraçar o Messi, Iniesta, Suárez, Neymar, Rafinha. Quem não gostaria de tirar uma foto com quem assiste sempre pela TV? Mas não tem nada, nada. O Barcelona, em nenhum momento, constituiu relação com o garoto. O Barcelona não tem nenhuma intenção em fazer nada.

UOL Esporte: Qual seu próximo passo diante desse caso?

Mazinho: Eu estou fazendo de tudo para localizar o pai. Vou tentar de tudo para ajudar o Grêmio, mas na real vou ajudar o moleque também. Ele teve um clube que apostou nele, investiu nele. Ele precisa voltar e aproveitar.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos