Perto do Chelsea antes de lesão, Judivan demonstra gratidão ao Cruzeiro

Thiago Fernandes

Do UOL, em Belo Horizonte

  • Divulgação/Cruzeiro

    Na última sexta-feira, dia de sua quinta operação, Judivan teve seu contrato renovado

    Na última sexta-feira, dia de sua quinta operação, Judivan teve seu contrato renovado

Judivan não entra em campo pelo Cruzeiro há um ano e sete meses. A dura entrada do uruguaio Maurício Lemos, em junho de 2015, fez com que o jogador tivesse que realizar uma série de cirurgias no joelho esquerdo. O problema impediu que o jogador fosse transferido para o futebol inglês à época, mas não impossibilitou a renovação dos mineiros até dezembro de 2020.

O atacante de 21 anos contava com o interesse do Chelsea, da Inglaterra, no período em que teve a contusão no ligamento cruzado posterior do joelho esquerdo. A negociação estava próxima de um desfecho positivo, mas esfriou depois do problema clínico.

Entre a contusão sofrida no Mundial Sub-20, torneio em que defendeu a seleção brasileira da categoria, e a assinatura do novo vínculo, Judivan foi submetido a quatro intervenções cirúrgicas, três no joelho esquerdo e uma agora no direito.

Mesmo com a dificuldade para retornar aos gramados, o jovem foi agraciado com um novo compromisso. O agente Fabrício Zanello demonstra gratidão ao Cruzeiro devido ao acordo firmado no último sábado:

"Enquanto alguns clubes fazem marketing negativo, o Cruzeiro faz algo muito positivo e digno. Renovar o contrato de trabalho com o Judivan foi algo muito legal por parte do clube e teremos eternamente uma dívida de gratidão com o Cruzeiro EC. É um jogador que teve dificuldades para ter uma sequência nos últimos anos por conta da grave contusão sofrida no joelho e das intercorrências nas cirurgias e, mesmo assim, a diretoria apresentou uma nova proposta de contrato, renovando o seu vínculo federativo até 2020", disse ao UOL Esporte.

"O clube demonstra muita confiança no Judivan,  seja como atleta, em virtude do seu potencial técnico, e seja como homem, em virtude do seu caráter, comprometimento e resiliência para superar esta grave lesão. Seremos eternamente gratos ao Cruzeiro por tudo isso. Estamos muito felizes com esta oportunidade. Agora é com ele. Não tenho dúvidas que vai voltar aos gramados mais forte do que nunca e será um exemplo de superação para muitas pessoas, e principalmente, para os atletas", acrescentou.

O retorno de Judivan aos gramados era previsto para o fim de março. Contudo, devido ao novo problema, o jogador só entrará em campo em quatro meses. A expectativa é que ele esteja à disposição de Mano Menezes em meados de julho.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos