Pela primeira vez, uma mulher treinará uma seleção masculina da Itália

Da ANSA, em Roma

  • FIGC/Divulgação

    Patrizia Panico substituirá técnico em dois jogos da seleção masculina sub-16 da Itália

    Patrizia Panico substituirá técnico em dois jogos da seleção masculina sub-16 da Itália

Pela primeira vez na história, uma seleção italiana de futebol masculino será treinada por uma mulher.

Nesta quinta-feira (16), a técnica Patrizia Panico foi nomeada para comandar a Itália sub-16 em dois amistosos contra a Alemanha em 22 e 24 de março.

A oportunidade surgiu porque o treinador da equipe, Daniele Zoratto, está acompanhando a Itália sub-19 na disputa do Campeonato Europeu da categoria. As duas partidas serão jogadas em Verona e Caldiero, no norte da península, e premiarão um nome histórico do futebol feminino italiano.

Hoje com 42 anos, Panico detém o recorde de jogos com a camisa da Azzurra (204) e marcou 110 gols pela seleção. Durante sua carreira de atleta, ela defendeu clubes como Lazio, Torino, Milan e Fiorentina e entrou para o Hall da Fama do Futebol Italiano.

No ano passado, pendurou as chuteiras e estreou como assistente de Zoratto na Itália sub-16 masculina. "É uma bela conquista, mas eu a vejo como um ponto de partida, não de chegada", disse Panico, poucas horas depois de ter recebido uma oportunidade inédita no país da bota.

"Estou contente, até porque acho que ainda precisamos derrubar muitos muros, e essa decisão nos ajudará a derrubá-los", acrescentou.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos