Brocador perde pênalti grotesco em vitória do Bahia sobre o Galícia

Do UOL, em São Paulo

O Bahia venceu o Galícia por 3 a 0 neste sábado (18), pelo Campeonato Baiano, mas o lance que chamou mais atenção na partida não foram os gols de Lucas Fonseca, Allione e Régis. Aos 18 minutos de jogo, Hernane Brocador partiu para uma cobrança de pênalti e deu uma cavadinha horrível para fácil defesa do goleiro Hugo.

Apesar do erro do centroavante, o Tricolor de Aço dominou a partida. Impressionou a frequência com que o Bahia apareceu dentro da área do adversário, criando uma sequência de chances claras de gol. Mas a equipe parou na falta de pontaria e também em boas defesas do goleiro Hugo. A vitória magra só saiu do placar nos quinze minutos finais, quando Allione converteu pênalti. Depois Régis fez o terceiro quando o Galícia já estava entregue.

A vitória leva o Bahia aos 17 pontos e em posição confortável na primeira fase do Estadual. A três rodadas do mata-mata, o Tricolor tem um ponto a menos que o rival Vitória, que é líder e ainda joga nesta rodada. Quatro times se classificam, e o quinto colocado, Vitória da Conquista, tem dez pontos.

 

Hernane explica a cavadinha estranha

Questionado no intervalo sobre a cobrança, o atacante preferiu tratar o erro como natural e garantir que dará resposta em campo. "A gente sabe que sempre vai ter pressão, mas daqui a pouco vai ter o Ba-Vi, eu vou meter gol, vamos ganhar o jogo e vai mudar tudo isso", falou ao canal Sportv. Hernane acabou substituído aos 22 minutos do segundo tempo.

Já o goleiro Hugo explicou o lance sucintamente. "Eu esperei. Tinha estudado ele (Hernane), que tinha batido dois pênaltis, um em cada canto, e ele costuma ir devagar para a bola. Esperei e consegui fazer a defesa", celebra.

Em novo pênalti, Allione manda um foguete

Aos 29 minutos o Bahia teve mais um pênalti a seu favor. Hernane já havia sido substituído por Gustavo e não teve a oportunidade de se redimir. Mas Allione foi para a bola e encheu o pé, no meio do gol, sem chance para Hugo. Logo em seguida Régis aproveitou erro na saída de bola do Galícia para fazer o terceiro.

Torcida desaprova cavadinha

A reação dos tricolores foi imediata na Arena Fonte Nova. Hernane foi vaiado a cada vez que tocou na bola nos minutos seguintes ao pênalti perdido. Nas redes sociais não foi diferente. Muitos torcedores criticaram a escolha do atacante, falando até em falta de humildade.

 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos