Coentrão pagou R$ 13,3 mil para passar em teste de carteira de habiltação

Do UOL, em São Paulo

  • AFP PHOTO/ GERARD JULIEN

O lateral-esquerdo do Real Madrid e da seleção portuguesa teve de responder à Justiça por ter pago 4 mil euros (R$ 13,3 mil) a um fiscal para ajudá-lo a tirar sua carteira de habilitação em 2012.

De acordo com o jornal O Jogo, Coentrão admitiu que sem esta ajuda no exame teórico não teria conseguido passar, uma vez que sabia somente responder a metade das perguntas. O fiscal que recebeu o dinheiro passava por meio de sinais as respostas paras as questões da prova.

O jogadpr explicou que tinha ficado sem carta e que na época estava chegando ao Real Madrid e que seria "muito difícil" obter  uma nova carta, tanto nas Espanha, pelas dificuldades de língua, quanto em Portugal, por impossibilidade de deslocação devido aos treinos e jogos.

Ele Disse que "muita gente falava" que uma escola na Vila de Prado "facilitava" a vida aos alunos a troco de contrapartidas financeiras, e que recorreu a ela, até porque o Real Madrid já o estaria a "pressionar muito" para tirar a carta.

Após as explicações,  o Ministério Público de Portugal optou pela suspensão provisória do processo em troca de um pagamento de 3 mil euros (R$ 10 mil) ao Banco Alimentar Contra a Fome de Braga.

 

 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos