Mourinho vê filho como sucessor no banco de reservas: "Eu o comparo comigo"

Do UOL, em São Paulo

  • Reprodução/Twitter

José Mourinho acredita que no futuro terá um sucessor da própria família comandando equipes pelo mundo: o filho José Mourinho Junior, que hoje tem 16 anos. Em entrevista ao canal português SIC, ele afirmou que o jovem já se mostra interessado pela carreira e tem estudado e feito análises de partidas.

O treinador não descarta nem a possibilidade de um dia ter o filho como assistente. Hoje, ele defende o Fulham, nas categorias de base.

"Um dia após um período de resultados ruins, ele apareceu com algumas análises. Obviamente ele estava sofrendo porque o pai não estava indo bem. Acho que havíamos perdidos do Watford e do Manchester City. E ele veio com as estatísticas do time. Eu mostrei aos meus assistentes e disse para tomarem cuidado que um dia este garoto vai tomar o lugar deles.

"Eu o comparo comigo nesta idade, onde eu tentava a fazer coisas do mesmo tipo para o meu pai, obviamente com diferentes tecnologias", afirmou

Em um longo papo no CT do Manchester United, Mourinho reclamou também do tratamento diferenciado que recebe em virtude de seu comportamento passional.

"Sou um homem muito feliz, capaz de ficar muito emotivo com uma vitória especial. Neste aspecto eu continuo o mesmo de antes, mas com tanta experiência eu acredito que sigo sendo visto com olhos diferentes. Eu fui proibido de entrar em um estádio no qual meu time (Manchester) estava jogando mesmo se comprasse um ingresso. Este ano eu fui expulso por chutar uma garrafa de plástico e nada aconteceu com outro técnico que empurrou um árbitro (Arsene Wenger)", disse.

"Comecei a entender que há poderes contra os quais você não pode lutar. Mas isso também é uma lição de vida", disse o técnico.

 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos