Eurico nega que Vasco tenha procurado Luxemburgo e provoca Flamengo

Bernardo Gentile

Do UOL, no Rio de Janeiro

O presidente do Vasco, Eurico Miranda, fez uma longa abertura de coletiva de apresentação do novo técnico Milton Mendes. O mandatário aproveitou a oportunidade para negar que tenha procurado Vanderlei Luxemburgo para ocupar o cargo. Além disso, o dirigente provocou o Flamengo após algumas perguntas sobre o rival do próximo domingo.

"Para tirar qualquer dúvida e especulação feita. Vale o que estou afirmando. Não fizemos nenhuma sondagem com A, B ou C. Tudo o que foi dito não procede. O nome do Milton Mendes me foi trazido e aprovei. Foi o único treinador com quem se falou. Não falei com nenhum outro. Foi direto", explicou o presidente.

"O Milton, independente das qualidades profissionais e conhecimento que tem e que para mim é algo que para mim é importante, pesou muito na decisão que tomamos em relação à escolha do treinador. O Milton jogou no Vasco, conhece o Vasco. Ainda há pouco conversávamos e lembrávamos de alguns episódios. Não só conhece o Vasco como me conhece. É fundamental isso. Ele morou aqui no Vasco. Curto período, mas morou. Teve oportunidade de conquistar títulos no Vasco. Eu ainda era junto e corríamos juntos no campo", completou o mandatário do Vasco.

Em seguida, surgiram perguntas sobre o Flamengo, adversário do Vasco no domingo (antes tem o Madureira, na quarta, em São Januário). Milton Mendes foi perguntado se uma vitória sobre o rival poderia ajudar nesse início de trabalho. Eurico assumiu a responsabilidade e provocou o Rubro-negro.

"Sou obrigado a ter que responder essa pergunta. O normal é o Vasco ganhar do Flamengo, é só pegar os números. O anormal é eles vencerem o Vasco. Pode pesquisar. Então, não tem muito o que falar sobre além disso. O normal é o Vasco vencer o Flamengo", alfinetou o mandatário.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos