Andrade diz que Boa Esporte deu "tiro no pé" com contratação de Bruno

Do UOL, em São Paulo

  • Márcia Feitosa/Vipcomm

    Andrade foi técnico do Flamengo na conquista do Brasileirão de 2009

    Andrade foi técnico do Flamengo na conquista do Brasileirão de 2009

O ex-volante Andrade, que foi treinador de Bruno no Flamengo na campanha do título brasileiro de 2009, disse que o Boa Esporte deu um "tiro no pé" com a contratação do goleiro. Condenado a 22 anos de prisão pelo sequestro, assassinato e ocultação de cadáver de sua ex-amante Eliza Samudio, Bruno foi solto em fevereiro e contratado pelo time mineiro pouco depois.

"Achei um pouco fora de hora. Acho que o clube devia ter dado um tempo, acho que agora não era o momento. O time acabou dando um tiro no pé e perdeu vários patrocinadores. Foi tudo muito rápido, a população ainda não estava pronta, não conseguiram digerir", avaliou Andrade, em entrevista ao canal Esporte Interativo.

Para o ídolo flamenguista, o Boa contratou Bruno com a intenção de conseguir destaque midiático. "Não tenha dúvida, hoje todo mundo conhece o Boa Esporte. Usaram isso com o objetivo de ganhar mídia, e conseguiram, mas não sei como vão fazer futebol sem seus patrocinadores agora", disse.

Andrade disse que não manteve contato com Bruno depois que deixou o Flamengo em 2010. O goleiro era capitão do time campeão de 2009.

Preso preventivamente em 2010 e condenado em primeira instância em 2013, Bruno estava aguardando na cadeia o julgamento de seu recurso na segunda instância. A demora para apreciação do recurso foi o motivo para que o ministro Marco Aurélio, do Supremo Tribunal Federal, concedesse o habeas corpus que tirou o goleiro da prisão em fevereiro deste ano.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos