Logística, Estatuto e time: 5 razões para Inter antecipar audiência na CAS

Marinho Saldanha

Do UOL, em Porto Alegre

  • AFP PHOTO / Heuler Andrey

    Victor Ramos é motivo de disputa entre Internacional, CBF e Vitória na CAS

    Victor Ramos é motivo de disputa entre Internacional, CBF e Vitória na CAS

O Inter pediu e levou. Nesta segunda-feira (20) viu antecipada sua audiência na Corte Arbitral do Esporte (CAS), na Suíça. A data informada pelo clube de Porto Alegre é dia 4 de abril, exatamente quando o Colorado completa 108 anos de fundação. 

O pedido de antecipação da análise do caso da suposta inscrição irregular do atleta Victor Ramos pelo Vitória no Brasileiro de 2016 tem razões práticas. A Série A pode voltar ao calendário da equipe gaúcha e é necessário uma mudança estrutural para isso. 
 
Confira os cinco principais motivos para o clube de Porto Alegre ter insistido tanto pelo julgamento o quanto antes, sendo que CBF e Vitória o queriam em maio e a primeira data imaginada apontava para 25 de abril.
 
A Série A começa dia 7 de maio. A Série B, um dia antes. Pela tabela da CBF, o Vitória estreia contra o Avaí, fora de casa. O Inter encara o Londrina, no Paraná, na primeira rodada da segunda divisão nacional.

Série A x Série B

Se o julgamento ocorresse em maio, como pretendiam Vitória e CBF, o Internacional não teria como voltar à Série A. Quando entrasse em campo diante do Londrina, pela primeira rodada da Série B, o Colorado precisaria disputar todo o torneio, sendo impossível reformar a tabela. Por isso, o primeiro passo para antecipação foi dado ainda no começo do mês de março. 
 

Logística para primeiras rodadas

Pode parecer um motivo banal, mas a logística de clubes de futebol é complexa. Não é fácil conseguir número próximo a 40 lugares (delegação, direção, médicos, funcionários) em um voo comercial. Não é simples reservar um bom hotel sem a devida antecedência. Por conta da necessidade logística (hotel é necessário até mesmo se o Inter jogar em casa, já que usa um como concentração), é obrigatório saber o quanto antes onde irá atuar. 
 

Estatuto do Torcedor

Reside no Estatuto do Torcedor uma grande preocupação em relação ao julgamento do Caso Victor Ramos. De acordo com o documento, a tabela de qualquer campeonato precisa ser divulgada ao menos dois meses antes do início dele. Por isso, as tabelas de Série A e Série B tiveram jogos oficializados em meados de fevereiro. Caso o Inter venha a vencer o pleito na Suíça, retornando à elite do futebol, uma nova tabela precisaria ser montada e divulgada o quanto antes, sob pena de ferir o Estatuto. Ou ainda o início dos jogos precisaria ser adiado. 
 

Preparação do time

Hoje o departamento de futebol do Internacional tem apenas uma definição: o time disputará a segunda divisão. Porém, o quadro pode mudar drasticamente, devolvendo o Colorado à Série A. Desta forma, a preparação mudaria, a necessidade de reforços seria outra e até o investimento para evitar uma nova queda deverá ser maior. Saber o quanto antes qual campeonato disputará poderá dar tempo aos cartolas para resolverem os problemas de campo que sejam encontrados ao fim do primeiro semestre. 
 

É possível apelar de novo

Uma das alternativas apontadas pelo Internacional no julgamento a ser realizado pela Corte Arbitral do Esporte é que eles não interfiram diretamente na pontuação do Brasileiro, mas ordenem que o STJD julgue o caso. Desta forma, é necessário ter tempo para o caso ser julgado no Brasil e, caso se sinta prejudicado no Tribunal nacional, o Inter poderia recorrer novamente.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos