Schweinsteiger deixa United para jogar no Chicago Fire, da MLS

Do UOL, em São Paulo

  • Darren Staples/Reuters

O meio-campista alemão Bastian Schweinsteiger anunciou nesta terça-feira que deixará o Manchester United para jogar no Chicago Fire, da Major League Soccer (MLS). Ele assinará contrato de um ano e, segundo informações do jornal "Chicago Tribune", ganhará US$ 4,5 milhões (cerca de R$ 13,5 milhões) pelo acordo, tornando-se assim um dos 10 jogadores mais bem pagos da liga americana de futebol.

"Estou triste por deixar meus amigos no Manchester United, mas agradecido ao clube por me deixar viver este novo desafio no Chicago Fire", disse em comunicado divulgado pelo site do Manchester United.

A transferência de Schweinsteiger foi selada na noite da última segunda-feira. O jogador ainda passará por exames médicos e precisará obter o visto de trabalho, mas os dois times já confirmaram o acordo. Segundo a imprensa inglesa, o Manchester United liberou o alemão de graça.

"Durante toda a minha carreira, sempre procurei oportunidades onde eu esperava fazer um impacto positivo e ajudar a fazer algo grande. Minha transferência para o Chicago Fire não é diferente. Através das minhas conversas com Nelson e Pauno (o treinador Veljko Paunovic) estou convencido da visão e filosofia do clube e quero ajudá-los neste projeto", disse..

Schweinsteiger chegou ao Manchester United em 2015 depois de trilhar toda a sua carreira profissional no Bayern de Munique. Depois de uma primeira temporada irregular, o jogador perdeu espaço desde a chegada de Jose Mourinho.

Em um primeiro momento, o campeão mundial com a Alemanha em 2014 relutou em deixar o clube, apesar da baixa perspectiva indicada por Mourinho. Porém, com a temporada chegando ao final e nenhuma mudança no cenário, ele conversou com a direção do Manchester United e conseguiu a liberação.

"Gostei de trabalhar com o treinador, os jogadores e a equipe aqui, e desejo-lhes tudo de bom no futuro, mas tenho de reservar um agradecimento especial aos torcedores do United - cujo apoio tem sido uma parte muito especial do meu tempo em Manchester", disse.

"Fiquei muito feliz em fazer parte da equipe que ganhou a Copa da Inglaterra na temporada passada e sempre lembrarei de sua energia e paixão. Agora é a hora certa para eu começar um novo capítulo em Chicago e estou ansioso por isso", completou.

O Chicago Fire tem uma vitória, um empate e uma derrota na atual temporada da MLS. Para o gerente geral do clube, Nelson Rodriguez, a aquisição muda o time de nível. "Estamos adicionando alguém que ganhou em todos os níveis, incluindo os níveis mais altos, e fez isso de uma forma que é consistente como os nossos valores", disse ao Chicago Tribune.

O jogador postou uma mensagem para os fãs no Twitter

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos