O que mudou no Cruzeiro entre as duas últimas partidas de Dedé

Thiago Fernandes

Do UOL, em Belo Horizonte

  • Washington Alves/Light Press/Cruzeiro

    Última partida do defensor havia sido feita em 28 de fevereiro de 2016, contra o América

    Última partida do defensor havia sido feita em 28 de fevereiro de 2016, contra o América

Dedé, enfim, voltou a atuar com a camisa do Cruzeiro. Após mais de um ano fora de combate, o zagueiro entrou em campo na última terça-feira (21), no duelo com o Joinville, e utilizou até a braçadeira de capitão.

Escalado como titular da equipe de Mano Menezes, o defensor tinha atuado pela última vez em 28 de fevereiro de 2016, pelo Campeonato Mineiro. A ausência se deu por conta de uma fratura na patela do joelho direito.

Depois de duas cirurgias, sendo uma delas realizada por um especialista dos Estados Unidos, Dedé finalmente somou minutos em campo. O UOL Esporte preparou uma lista para mostrar o que mudou na Toca da Raposa II entre as duas últimas atuações do Mito, como o atleta é conhecido.

Mudanças no comando técnico

Pedro Vilela/Light Press/Cruzeiro
Paulo Bento ficou pouco mais de dois meses no Cruzeiro

A última aparição de Dedé foi diante do América-MG, em fevereiro de 2016, no Mineirão. No duelo que terminou com um empate por 1 a 1, a Raposa era comandada por Deivid. Entre aquela partida e o jogo desta terça-feira, diante do Joinville, três técnicos passaram pelo clube. Além do ex-centroavante, Paulo Bento também passou pelo time. O atleta, porém, sequer jogou sob a batuta do português.

Trocas na diretoria

Cristiane Mattos/Light Press/Cruzeiro
Klauss Câmara é o diretor de futebol do Cruzeiro

Quando Dedé fez a sua última partida pelo Cruzeiro, o cargo de gerente de futebol estava extinto. O diretor-executivo era Thiago Scuro. Mais de um ano depois, as trocas são significativas. Klauss Câmara, ex-coordenador das divisões de base, assumiu a diretoria de futebol. Tinga, ex-jogador da equipe, voltou a Belo Horizonte para se tornar gerente de futebol.

Somente três titulares entraram em campo nos dois jogos

Washington Alves/Light Press/Cruzeiro
Lateral esquerdo Fabrício foi titular nas duas últimas atuações de Dedé

No jogo disputado em 28 de fevereiro, o Cruzeiro entrou em campo com apenas dois jogadores, além de Dedé, iguais ao do duelo de logo mais. O lateral esquerdo Fabrício e o volante Lucas Romero atuaram como titulares em ambos. Élber, titular na partida contra o Joinville, deixou o banco de reservas para substituir Alisson naquela ocasião. Bryan, que estava entre os suplentes de Mano Menezes, ainda defendia as cores do América-MG à época. Ele, inclusive, marcou o gol que garantiu o empate ao clássico mineiro.

Artilheiros de 2017 não estavam no elenco

Washington Alves/Cruzeiro
Rafael Sóbis comemora gol marcado pelo Cruzeiro

Rafael Sóbis, Ramón Ábila e Robinho são os três maiores artilheiros do Cruzeiro no início deste ano. Eles fizeram 11, sete e seis gols, respectivamente. O trio, contudo, não estava na Toca da Raposa II na última atuação de Dedé. O principal goleador da temporada até o momento defendia as cores do Tigres, do México. O argentino estava no Huracán e o meio-campista era jogador do Palmeiras.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos