"Se Messi fosse chileno, teria monumentos em todos os locais", diz Zamorano

Do UOL, em São Paulo

  • AFP PHOTO/Juan MABROMATA

Muitas vezes questionado em seu país pelos seus feitos e postura com a camisa da seleção Argentina, Messi seria uma unanimidade e reverenciado por todos se fosse chileno. Foi isso que disse o ex-jogador Iván Zamorano.

"Se Messi fosse chileno, teria monumentos por todo o país e se cansaria de receber homenagens. No Chile, é muito valorizado", afirmou em entrevista a Super Deportivo Radio.

"Os argentinos levam em conta as diferenças entre o Messi do Barcelona e o Messi da seleção. Na Espanha, ele olha para um lado e tem o Neymar. Ele olha para o outro e tem Suárez. Olha para trás e tem Iniesta e Busquet. Por isso, tem que se analisar tudo o que acontece. Ali (na Argentina) deveriam valorizá-lo porque é o melhor do mundo", analisou o ex-atacante.

Nesta quinta-feira, Argentina e Chile se enfrentarão no Monumental de Núñez pelas eliminatórias da Copa. E Zamorano deu a sua opinião sobre o duelo.

"Estas partidas têm algo especial. Pelos últimos acontecimentos, se converteu em um clássico da América do sul. Vai ser um encontro que marcará o caminho de ambas as equipes pensando na Rússia. Se o Chile perde, terá que ganhar o que sobra. Não sei se é um partido de vida ou morte, mas é sim importante. Há que saber que os argentinos estão com muita vontade de ganhar de nós", afirmou.

A seis jogos do fim das eliminatórias, o Chile é o quarto colocado, com 20 pontos. A Argentina aparece no quinto lugar, com 19.

 

 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos