Ábila pede passagem e vira solução para Cruzeiro calibrar pontaria

Enrico Bruno

Do UOL, em Belo Horizonte

  • Juliana Flister/Light Press/Cruzeiro

    Chamou? Mano deve recorrer a Ábila para tentar solucionar problema do Cruzeiro

    Chamou? Mano deve recorrer a Ábila para tentar solucionar problema do Cruzeiro

O Cruzeiro não anda finalizando bem. Nos últimos jogos da equipe, o técnico Mano não gostou da pontaria descalibrada de seus atletas. A equipe cria muito, mas, por algumas vezes, os erros na hora de matar o jogo acabaram custando os três pontos. Foi assim nos encontros contra Joinville e Tombense. Em outras ocasiões, o triunfo saiu, mas foi acompanhado de um final de partida com ares de drama, exemplo das vitórias simples diante do rival América e do xará de Teófilo Otoni. Por isso, o técnico já avalia mudar a equipe. E para solucionar o problema no ataque, ele recorrerá a um especialista em marcar gols: Ramón Ábila.

"O Ábila faz parte dessa opção que a gente tem com a ausência de Robinho. Vamos ver como vamos encaixar a equipe, para que ela retome a questão dos gols. É importante para gente essa definição, sem perder a capacidade de criar", comentou Mano, sinalizando a entrada do argentino no lugar de Robinho, lesionado. Desta forma, Rafael Sóbis deverá ser recuado nos próximos jogos, enquanto Ábila entra no time como referência dentro da área.

Apesar de ter feito apenas três partidas como titular (ao todo foram dez em 2017), Ábila já mostrou que não perdeu o faro de gol. Mesmo na condição de reserva, o argentino já marcou por seis vezes e só fica atrás de Rafael Sóbis, que tem oito, na artilharia da temporada. É com este cacoete para balançar as redes que Mano pretende acabar com o que ele chama de pecado na hora de matar o jogo.

Apesar de criar muitas oportunidades de gol, os atuais números de chances desperdiçadas pelo Cruzeiro andam altos. No Campeonato Mineiro, a equipe é a que mais chuta no alvo (59 chutes certos), mas também a que mais erra (71 errados). O reflexo na tabela pode ser comparado ao rival Atlético, que finaliza com menor frequência (49), mas contabiliza oito gols a mais. Além disso, o time de Mano também é o que mais falhou durante a fase de grupos da Primeira Liga e o terceiro que mais finaliza errado na Copa do Brasil. Na soma dos três campeonatos, a Raposa já teve 119 finalizações certas e 140 mal concluídas, obtendo 45,9% de acerto.

Hudson deverá ocupar posto de Henrique

A outra provável mudança que o técnico deverá promover é a escalação de Hudson no lugar de Henrique, também machucado. Indicado por Mano, o antigo cão de guarda do São Paulo chamou a atenção do treinador por causa do perfil voluntarioso e da eficiência nos desarmes.

"Naturalmente, o substituto de Henrique vai ser escolhido em função das características. O Henrique é mais primeiro (volante), o Ariel é mais segundo. Tivemos uma preocupação com o Hudson (que queixou-se de dores na coxa), mas temos tempo para fazer essa recuperação dele. Então, acredito que teremos todos os jogadores à disposição", definiu o treinador.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos