Perto da vaga, Brasil de Tite faz 1º teste sem Jesus contra invicto Uruguai

Danilo Lavieri

Do UOL, em Montevidéu (Uruguai)

  • Lucas Figueiredo / MoWA Press

    Daniel Alves e Cavani voltarão se encontrar no Brasil x Uruguai

    Daniel Alves e Cavani voltarão se encontrar no Brasil x Uruguai

Cada vez mais perto de garantir o carimbo da Rússia no passaporte, a seleção brasileira entra em campo nesta quinta-feira (23), em Montevidéu, às 20h, sem poder contar com Gabriel Jesus pela primeira vez desde o início da Era Tite, que tem seis jogos e seis vitórias. E o desafio é nada mais nada menos que o Uruguai: vice-líder das Eliminatórias e invicto atuando em casa desde 2010.

Com Roberto Firmino no comando de ataque, a equipe verde e amarela já deu mostras que considera o empate um bom resultado, mas deve encontrar do outro lado um mandante que fará de tudo para mostrar que o Estádio Centenário é o alçapão da Celeste: são seis jogos nesta competição, com 100% de aproveitamento, com incríveis 16 gols marcados e apenas um sofrido.

Para manter a impressionante marca, o Uruguai terá dois desfalques. O goleiro Muslera e o atacante Suárez estão suspensos e devem ser substituídos por Martín Silva e Rolán, respectivamente. O arqueiro reserva, aliás, joga no Vasco e mostrou qual será o espírito da equipe enquanto a bola estiver rolando.

"A partida vai ser muito brigada, porque o Brasil cresceu muito desde a chegada do Tite e eles têm jogadores muito importantes. Você vê quase a mesma equipe, mas o Tite tem tirado o melhor dos jogadores e eles agora têm um apoio popular que antes não tinham. Mas estamos em casa e vamos entrar para ser protagonistas", disse Martín.

Além de enfrentar toda a pressão do estádio, o Brasil precisará também dar um jeito de segurar Edinson Cavani, o artilheiro da Europa e das Eliminatórias. Sozinho, o uruguaio marcou mais gols que Neymar, Coutinho e Firmino juntos.

Se conseguir ao menos o empate, a comissão técnica brasileira comemorará. Nas contas de Tite, toda seleção que alcançar os 28 pontos garante vaga no Mundial sem nem precisar da repescagem. A euforia antes da confirmação, no entanto, está vetada.

"Quando começamos o trabalho, nós tínhamos uma meta. Para muitos, a gente já está na Copa, mas não para nós. Vamos em busca de todos nossos objetivos", disse Paulinho, que será titular mais uma vez com o comandante.

Caso vença o Uruguai, aliás, além de garantir a vaga na Copa, a seleção consegue a marca de sete vitórias consecutivas, ultrapassando a última marca que era de João Saldanha, que comandou o Brasil em seis vitórias seguidas em 1969.

Uma preocupação da comissão técnica e jogadores é o clima da partida passar do ponto entre ser disputada e pegada para ser violenta. Nas entrevistas, jogadores brasileiros deixaram bem claro que esperam um clima de Libertadores, mas com lealdade.

FICHA TÉCNICA
URUGUAI X BRASIL

Data: 23 de março de 2017, quinta-feira
Horário: 20h (de Brasília)
Local: Estádio Centenário (em Montevidéu, no Uruguai)
Árbitro: Patricio Loustau (Argentina)

URUGUAI: Martín Silva; Maxi Pereira, Sebastián Coates, Diego Godín, Gastón Silva, Carlos Sánchez, Matías Vecino, Arévalo Ríos, Cristian Rodríguez, Diego Rolan e Edinson Cavani.
Técnico: Oscar Tabárez

BRASIL: Alisson; Daniel Alves, Marquinhos, Miranda e Marcelo; Casemiro; Philippe Coutinho, Renato Augusto, Paulinho e Neymar; Roberto Firmino
Técnico: Tite

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos