Título x aproveitamento: os 30 jogos da 'nova era' Renato no Grêmio

Jeremias Wernek

Do UOL, em Porto Alegre

  • AP/Fernando Llano

    Grêmio tem poucas vitórias em 2017 e acumula empates no estadual

    Grêmio tem poucas vitórias em 2017 e acumula empates no estadual

Diante do Novo Hamburgo, Renato Gaúcho atingiu 30 jogos em sua nova passagem pelo Grêmio. E os números apresentados trazem um contraste. Se por um lado o treinador comandou o clube na conquista da Copa do Brasil, encerrando uma fila de 15 anos sem títulos nacionais, por outro apresenta um aproveitamento irregular de 50% e uma série de quatro partidas sem vencer no Gauchão.

A terceira passagem de Renato como treinador do Grêmio tem, até agora, 11 vitórias, 12 empates e sete derrotas. Exatos 50% de aproveitamento. 

Em três partidas ele não esteve à beira do campo e acabou sendo substituído por auxiliares ou integrantes da comissão técnica. Ainda assim, o levantamento considera estes jogos (Santa Cruz, no Brasileirão de 2016, Flamengo e Ceará, na Primeira Liga 2017) por conta do contexto de treinos e planejamento definidos pelo treinador.

O auge do trabalho, por óbvio, está na campanha que rendeu a Copa do Brasil. Com classificação diante de Atlético-PR, Palmeiras e Cruzeiro. E vitória em cima do Atlético-MG na finalíssima. Mas neste ano os números não são bons.

Em 12 jogos, apenas quatro vitórias. Se as partidas da Primeira Liga forem excluídas, o aproveitamento sobe. Outra estatística positiva é que o Grêmio não perde há nove jogos, a última derrota foi para o Flamengo. Mesmo assim, o desempenho está abaixo do esperado. A última vitória no Campeonato Gaúcho ocorreu há um mês, diante do Cruzeiro-RS, em Gravataí.

De lá para cá, o Grêmio empatou com Inter, Brasil de Pelotas, Veranópolis e Novo Hamburgo. No meio desta sequência, o Tricolor estreou na Copa Libertadores com vitória fora de casa, 2 a 0 no Zamora-VEN.

A diretoria sequer trata da possibilidade de troca no comando técnico. A lista de desfalque é o principal argumento usado em defesa da comissão técnica perante o desempenho atual.

"Eu concordo com vocês, com algumas críticas de que o Grêmio não vem jogando tudo que sabe. Só que eu posso falar a vocês, temos praticamente meio time fora em relação ao ano passado. Na hora H, o Grêmio vai estar mais forte. Daqui a pouco o Grêmio vai estar com força máxima e aí minha aposta é forte no meu grupo", disse Renato.

Renato Gaúcho teve participação na montagem do grupo, que recebeu nove reforços desde dezembro e perdeu somente um titular do time campeão da Copa do Brasil – o volante Walace, vendido ao Hamburgo, da Alemanha.

No sábado, o Grêmio volta a campo e enfrenta o Juventude, na Arena, em partida válida pela 10ª rodada do Campeonato Gaúcho. A participação na primeira fase se encerra contra o São Paulo-RS, fora de casa.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos