Briga com CR7 e troca de agente. Quem é o lateral que troca Cruzeiro por SP

Enrico Bruno e Thiago Fernandes

Do UOL, em Belo Horizonte

  • Washington Alves/Light Press

    Edimar chegou ao Cruzeiro por indicação de Paulo Bento

    Edimar chegou ao Cruzeiro por indicação de Paulo Bento

Edimar chegou à Toca da Raposa em junho de 2016 como um desconhecido. Em seu primeiro semestre com as cores do clube, o lateral esquerdo deu indícios de que se firmaria na equipe de Belo Horizonte. Porém, perdeu espaço no elenco e agora vai defender o São Paulo. Mas quem é o jogador de 30 anos que foi pedido por Rogério Ceni no Morumbi?

Embora não tenha feito fama no Brasil, o jogador foi revelado por um grande clube do país. O curioso é que o próprio Cruzeiro foi responsável por lançá-lo, em 2006.

A primeira passagem por Belo Horizonte, todavia, não foi tão boa quanto se imaginava. Sem espaço, rodou por clubes pequenos de Minas Gerais até chegar à Europa, onde ficou entre 2008 e 2016.

No período em que ficou no Velho Continente, ele defendeu Braga (Portugal), Rio Ave (Portugal), CFR Cluj (Romênia), Xanthi (Grécia), Chievo (Itália) e Córdoba (Espanha). O jogador, porém, só ganhou notoriedade em sua terra natal quando se envolveu em um problema com Cristiano Ronaldo.

Em janeiro de 2015, quando atuava pelo Córdoba, o lateral esquerdo recebeu um chute do craque do Real Madrid, durante uma partida do Espanhol. Logo que chegou ao Cruzeiro, ele minimizou o caso:

"Não tenho nenhum problema com o Cristiano Ronaldo. Já tinha deixado claro quando isso aconteceu. Ele perdeu a cabeça, mas poderia ter acontecido comigo. As coisas não correram bem para ele nesse dia. Mas está tudo em paz entre nós. Quero que Deus o abençoe. Ele vai seguir o caminho dele e eu vou seguir o meu", comentou à época.

O nome de Edimar voltou a aparecer no Brasil em junho do ano passado. À época, o técnico português Paulo Bento estava à frente do time mineiro. Admirador do futebol do lateral esquerdo, o treinador solicitou a sua contratação. Como estava sem contrato, ele fechou com os mineiros imediatamente.

Na volta ao Cruzeiro, o lateral esquerdo assumiu rapidamente a condição de titular. Contudo, depois de seus primeiros seis meses, perdeu espaço com o técnico Mano Menezes, sucessor do português.

Quarta opção do elenco para a sua função, atrás de Diogo Barbosa, Bryan e Fabrício, o jogador tem um perfil tão discreto quanto o seu futebol. As pessoas mais próximas garantem que ele gosta de permanecer ao lado dos familiares e evita os holofotes.

No retorno ao Brasil, Edimar também trocou o seu empresário. Enquanto esteve no futebol europeu, o português António Araújo tinha a incumbência de gerenciar a sua carreira. Na volta ao país natal, o atleta optou pela mudança. Bruno Noventa, agente conhecido do futebol brasileiro, se tornou o empresário do jogador. Ele, inclusive, é o responsável por costurar a ida para o São Paulo.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos