De saída, Lyanco diz que Ceni tentou adiar liberação para o Torino

Do UOL, em São Paulo

  • Divulgação/saopaulofc.net

O zagueiro Lyanco revelou que Rogério Ceni tentou adiar o acordo firmado entre Torino e São Paulo. De acordo com o jogador, o técnico tricolor queria que a liberação fosse feita somente no meio do ano, o que não foi possível.

"Quando ele (Rogério Ceni) soube, ele falou com o pessoal se eu podia ficar até junho. Mas como o Torino me comprou ele me queria já para conhecer o clube, me adaptar", disse Lyanco, à ESPN.

Lyanco se apresentará ao Torino, mas somente poderá atuar no segundo semestre, quando reabre o período de inscrições internacionais na Europa.

"O treinador do Torino pediu para eu ir para lá para já me adaptar. Aí no meio do ano, depois das férias, eu já volto adaptado", explicou.

Lyanco se despediu do elenco do São Paulo nesta sexta-feira de manhã. "Foi tudo muito rápido. De um dia para o outro. E as malas já estão prontas, viajo domingo".

O São Paulo adquiriu Lyanco por R$ 1 milhão. Cerca de dois anos depois, a venda garante um principal de 5,4 milhões de euros - R$ 18,3 milhões.

Além desse valor, o Torino pagará mais 2 milhões de euros por produtividade – as metas são simples, e dizem respeito apenas ao número de partidas disputadas, sem envolver gols marcados ou seleção. São quatro metas, e cada uma delas prevê pagamento de 500 mil euros – na expectativa de dirigentes são-paulinos, sem lesões, Lyanco poderia cumprir as metas em duas, no máximo três temporadas.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos