Marquinhos nega ter deixado Corinthians porque Tite o queria de volante

Do UOL, em São Paulo

  • Pedro Martins/MoWA Press

O zagueiro Marquinhos negou que sua saída do Corinthians em 2012 tenha relação com um possível pedido de Tite para se tornar volante. Na época, o jogador teve poucas chances com o agora treinador da seleção brasileira e acabou emprestado, e posteriormente vendido, à Roma.

"Que (o Tite) queria que eu virasse volante é mito. Ele me utilizou em alguns jogos, uma vez me colocou como lateral esquerdo, outro como direito. Creio que tenho essa versatilidade. É mito, nunca quis que eu virasse volante. Tite é um cara que respeita muito o jogador", afirmou, em entrevista ao "Sportv".

Na próxima terça-feira (28), Marquinhos jogará na Arena Corinthians. No período em que ele esteve no clube paulista, o local ainda não abrigava o estádio, mas o alojamento das categorias de base. Ele atuou na nova casa corintiana em duelo pela Olimpíada contra a Colômbia

"Ansiedade é grande, sentimento é dos melhores. Era ali o alojamento da base, vivi anos muitos bons ali. É sempre um momento mágico e único para mim voltar aqui", afirmou.

Sobre um possível retorno ao Corinthians, Marquinhos disse pensar na possibilidade "em um futuro próximo". "Ainda penso (em voltar), estou sempre acompanhando mesmo de longe. Um dia penso, sim, em voltar. Vamos ver em um futuro bem próximo".

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos