Wenger conta que Suárez quase foi parar no Arsenal: 'estava certo'

Do UOL, em São Paulo

  • REUTERS/Miguel Vidal

    Arsenal diz ter oferecido valor da multa para contratar Suárez, mas Liverpool não aceitou acordo

    Arsenal diz ter oferecido valor da multa para contratar Suárez, mas Liverpool não aceitou acordo

O técnico Arsène Wenger revelou que Luis Suárez esteve muito próximo de acerto com o Arsenal no meio de 2013. O atacante já havia concordado com as bases financeiras, mas o Liverpool descartou a transação.

O Arsenal tomou conhecimento de que para contratar Suárez era preciso pagar 40 milhões de libras.

Para "garantir" a compra, os Gunners ofereceram 40 milhões e mais uma libra. Mas a cláusula dos 40 milhões não existia, disse Wenger.

"Ele esteve muito perto [de fechar com o Arsenal]. Nós tínhamos acertado com o jogador. Nós fomos erroneamente avisados sobre uma cláusula [de que a multa valia 40 milhões de libras], com uma mínima cláusula, mas havíamos acertado com ele. Poder perguntar [ao Suárez]", disse Wenger ao BellN Sports.

Um ano depois, Suárez firmaria contrato com o Barcelona. Wenger lamenta ter tido o uruguaio "nas mãos", mas sem final feliz.

"Eu estava convencido de que ele queria acertar conosco. Eles mantiveram o Suárez por mais um ano, firmaram novo contrato com a promessa de que venderiam um ano depois".

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos