Edinho compara Pachequinho a Roger e pede efetivação no Coritiba

Napoleão de Almeida

Colaboração para o UOL, em São Paulo

  • Divulgação

    Edinho pede que se efetive Pachequinho no Coxa

    Edinho pede que se efetive Pachequinho no Coxa

Se depender do experiente volante Edinho, Pachequinho tem de ser efetivado publicamente pela diretoria do Coritiba. Em entrevista coletiva nessa sexta-feira (24), o ex-jogador do Grêmio, entre outros, comparou o técnico interino do Coxa a Roger Machado, hoje no Atlético-MG, e considerado uma das grandes revelações entre os técnicos brasileiros.

"Para nós, o treinador é o Pachequinho. Até segunda ordem ele está efetivado. Eu trabalhei com grandes treinadores, com Abel, com Muricy. Nesse último ano eu trabalhei com o Roger. O Pacheco, depois que ele voltou da Europa, ele voltou diferente. O jeito de treinar é quase idêntico ao do Roger. Acho que o Pacheco agora está com uma bagagem muito grande de treinamentos. A gente até comenta que raramente ele repete um treino. Eu acho que é um cara que quer muito essa oportunidade e o grupo está fechado com ele", cravou.

Edinho ainda ressaltou os laços de Pachequinho com o clube, pelo qual foi ídolo nos anos 90. "É o cara que conhece o clube mais que qualquer outro, quer crescer. Ele quer essa função de treinador, não quer mais ser auxiliar, o grupo está com ele para que ele possa crescer também."

Pachequinho assumiu o Coritiba após a demissão de Paulo César Carpegiani. Dirigiu o time no clássico contra o Atlético, derrota por 0 a 2, e não mais perdeu. São outros quatro jogos, com três vitórias, um empate, nove gols marcados e dois sofridos. No domingo, o Coxa recebe o Rio Branco às 19h30, no Couto Pereira.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos