Por reformulação, Inter demite técnico da Copinha e mais dois na base

Marinho Saldanha e Dassler Marques

Do UOL, em Porto Alegre e em São Paulo

  • Divulgação/Inter

    Carlos Leiria (de cinza com a camisa do Inter) foi demitido nesta segunda-feira

    Carlos Leiria (de cinza com a camisa do Inter) foi demitido nesta segunda-feira

O Internacional passa por um processo de reformulação em suas categorias de base. Depois de dispensar quase 20 jogadores e apostar na redução do número de atletas para qualificar os treinamentos, chegou o estágio da observação de comando. E nos últimos dias, três treinadores perderam emprego.

O último caso aconteceu nesta segunda-feira (27). O técnico Carlos Leiria foi desligado do time Sub-20 do Internacional. Foi ele quem comandou o time na Copa São Paulo deste ano, eliminado pelo Corinthians. Em seu lugar irá entra Fábio Matías, que comandava o time Sub-17. 
 
Antes dele, os técnicos do Sub-16, Sandro Resende, e do Sub-15, Rodolfo Paz, já haviam perdido os empregos. 
 
"Estamos num processo de aproximação de conceitos, de aprimoramento dos conceitos do clube e da metodologia de trabalho. Seguimos o processo de observação no primeiro momento e temos que contar com treinadores engajados nessa ideia", disse o coordenador das categorias de base do Inter, Diego Cabrera, ao UOL Esporte. 
 
Em entrevista exclusiva concedida em fevereiro, Cabrera revelou a fórmula estabelecida pelas categorias de base do Inter para voltar a formar grandes jogadores. Segundo ele, a aposta principal é na qualidade de trabalho e na atenção específica a cada atleta. 
 
Mas não são só jogadores que o clube quer levar ao profissional, mas também membros da comissão técnica. A meta é promover um 'plano de carreira' para os profissionais de base, estabelecendo metas e analisando o trabalho para crescer internamente no clube. Tanto que a Sub-20 será comandada, agora, pelo ex-técnico da Sub-17. 
 
"Estabelecemos este processo de valorização do profissional formado no clube. Queremos formar também treinadores, preparadores físicos, e sempre através deste processo de valorização do trabalho, do treinamento, da metodologia, do conceito", finalizou Cabrera. 
 
Em um primeiro momento, as substituições de treinadores da base devem parar por aí. O processo de avaliação de trabalho, contudo, será constante no objetivo de promover os melhores profissionais ao elenco de cima. 
 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos