Em SP, Brasil pega Paraguai para coroar nova fase e sonhar com recorde

Danilo Lavieri e Dassler Marques

Do UOL, em São Paulo

  • Pedro Martins / MoWa Press

A seleção brasileira vive definitivamente uma nova fase. Venceu Argentina sem dificuldades, passou por cima do Uruguai em pleno centenário, tem apoio popular e está praticamente garantido na Copa. Há menos de um ano, esse cenário era improvável. E bater o Paraguai nesta terça-feira (28), na Arena Corinthians, a partir das 21h45 servirá para coroar tudo isso.

Há tempos a principal cidade do país não recebia a seleção verde e amarela por determinação de Dunga, ex-treinador. Segundo ele, a torcida paulista era muito exigente e atrapalhava a equipe. A crítica se estendia aos moradores de outros Estados da região Sudeste.

Vencer bem os paraguaios significará deixar o estádio sob uma chuva de aplausos e poderá ser considerado o marco de uma nova fase da seleção. Com boas lembranças para os corintianos, como Paulinho, Renato Augusto, Gil e Fagner, além  de Tite, a equipe tem tudo para contar com o apoio irrestrito dos mais de 45 mil que estarão presentes.

Conseguir os três pontos contra o Paraguai também significa voltar a ocupar o número 1 no ranking da Fifa, fato que não acontece há sete anos. Tite diz não ligar para os recordes, mas tem mais um na lista para ser superado. 

Depois de estabelecer o novo recorde de vitórias consecutivas nas Eliminatórias (o atual é de sete triunfos em sequência, melhor que os seis conseguidos por João Saldanha em 1969), ele poderá levar o Brasil a ter a melhor campanha de todos os tempos em uma competição desse tipo.

Para isso, precisa não só vencer o Paraguai, como conseguir superar os próximos quatro adversários: Equador, Colômbia, Bolívia e Chile. Com isso, chegaria aos 45 pontos. Só assim poderá superar a Argentina de 2002, que se classificou para o Mundial daquele ano com 43 pontos.

Tite tenta deixar todo essa euforia de lado e conversa diariamente com os atletas cobrando desempenho e consciência tática. Para o técnico, é importantíssimo saber o motivo de vencer ou de perder ou de fazer e tomar um gol.

Os paraguaios causam preocupação no Brasil. Com 18 pontos, o time precisa da vitória para encostar entre os quatro que vão direto para a Rússia ou se contentarem em ficar perto da 5ª colocação, que vai para a repescagem.

FICHA TÉCNICA
BRASIL X PARAGUAI


Data: 28 de março de 2017, terça-feira
Local: Arena Corinthians, em São Paulo (SP)
Horário: 21h45 (de Brasília)
Árbitro: Victor Carrilo (Peru)

BRASIL: Alisson; Fagner, Marquinhos, Miranda e Marcelo; Casemiro; Paulinho, Renato Augusto, Philippe Coutinho e Neymar; Roberto Firmino
Técnico: Tite

PARAGUAI: Antony Silva; Darío Verón, Bruno Rojar, Paulo da Silva e Junior Alonso; Juan Iturbe, Néstor Ortigoza, Cristian Riveros e Miguel Almiron; Lescano e Romero
Técnico: Francisco Arce

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos