Messi é suspenso por quatro jogos pela Fifa e não pega Bolívia nesta terça

Do UOL, em São Paulo

A Argentina não poderá contar com Lionel Messi na partida desta terça-feira contra a Bolívia em La Paz, pelas eliminatórias da Copa, às 17h (de Brasília).

Messi foi punido pela Fifa com quatro jogos de gancho causa dos insultos ao bandeirinha brasileiro Emerson Augusto de Carvalho na última quinta-feira, quando a Argentina derrotou o Chile por 1 a 0 em Buenos Aires.

Na ocasião, o atacante se irritou com uma marcação de falta do assistente e proferiu diversos xingamentos. Ao fim do jogo, ele se recusou a cumprimentar Carvalho. No expediente disciplinar aberto pela Fifa, o assistente informa que não entendeu os insultos na hora e só foi se dar conta do que havia ocorrido ao ver a repercussão na imprensa.

Além dos quatro jogos de suspensão - que terão de ser cumpridos obrigatoriamente com a seleção argentina - ele levou uma multa de 10 mil francos suíços (R$ 31,8 mil).

Messi só poderá voltar a defender a Argentina na última rodada das eliminatórias, contra o Equador, em Quito, no dia 10 de outubro. Perderá ainda os duelos com Uruguai (fora), Venezuela (casa) e Peru (casa).

A cinco rodadas do fim das eliminatórias, a Argentina aparece na terceira colocação com 22 pontos, apenas dois à frente do Chile, quinto colocado e que teria de jogar a repescagem.

Jorge Miadosqui, secretário de seleções da Associação Argentina de Futebol (AFA) informou que a entidade vai recorrer do gancho. "Há antecedentes para acreditar que se possa baixar a sanção".

"Messi está golpeado e triste, como todos estamos aqui. Não concordamos com a forma que toda esta situação foi tratada", disse.


 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos