De Ederson a Douglas Costa: quem Tite pode testar de olho na Copa da Rússia

Danilo Lavieri e Dassler Marques

Do UOL, em São Paulo

Com a vaga garantida na Copa do Mundo, Tite não demorou a contar os próximos planos para a seleção brasileira. Entre eles, ficou clara a ideia de abrir mão da sequência de um time titular para fazer testes que fortaleçam o grupo, seja em amistosos ou mesmo nas Eliminatórias da Copa do Mundo - o Brasil ainda pega Equador (casa), Colômbia (fora), Bolívia (fora) e Chile (casa). 

De acordo com o treinador, a comissão técnica tem uma relação de 56 atletas observados constantemente e que deverão ser acionados nos próximos meses. Até aqui, se consideradas as quatro convocações para as Eliminatórias, Tite já chamou 38 nomes (veja abaixo). Alguns deles precisam ser testados, como o atacante Douglas Costa. 

GOLEIROS

TOBIAS SCHWARZ/AFP

Alisson foi o goleiro em todos os jogos oficiais de Tite, que certamente quer ter mais elementos para os outros dois escolhidos.

Weverton, campeão olímpico e admirado pelo treinador desde os tempos de Corinthians, desponta como o reserva imediato. Ele atuou no Engenhão, em janeiro, no amistoso com a Colômbia. 

Ederson é um nome extremamente admirado por Taffarel e tem a seu favor o fato de atuar, em destaque, contra os times mais importantes da Europa. Cotado para uma transferência ao Manchester City, com o aval de Guardiola, tem um viés de crescimento até a Copa do Mundo. Mas ainda não jogou na seleção. 

Diego Alves tem uma carreira consolidada da Europa e foi o principal goleiro dos tempos de Mano Menezes, mas tem uma trajetória irregular de convocações. Experiente, está em desvantagem na briga por um lugar no grupo, mas certamente compõe a lista dos 56 de Tite. 

LATERAIS

Lucas Figueiredo/CBF

Com os titulares Daniel Alves e Marcelo totalmente consolidados, assim como Filipe Luís muito bem cotado como reserva na esquerda, há pouca margem para testes.

O principal deles diz respeito à reserva da direita, pois Fagner teve atuação segura diante do Paraguai e conta com a admiração do treinador, mas enxerga concorrência. Mariano faz temporada elogiada no Sevilla, agrada pela força física e há a forte intenção de vê-lo em ação com a camisa do Brasil.

Ainda não convocado, Alex Sandro é opção interessante pela esquerda e vive temporada de crescimento pela Juventus. É quem corre por fora. Outros nomes citados pela comissão técnica recentemente foram Wendel (Leverkusen) e Alex Telles (Porto). 

ZAGUEIROS

AFP PHOTO / MIGUEL RIOPA

Miranda e Marquinhos são titulares indiscutíveis e os reservas também deixam a comissão técnica satisfeita. Mesmo assim, Thiago Silva jogou 50 minutos com Tite e Gil sequer foi a campo. 

É provável que o zagueiro ex-Corinthians ganhe minutos nos próximos compromissos para reafirmar sua boa forma a Tite.

Parceiro dos tempos corintianos, Felipe é outro nome na lista de 56 atletas. Tite observa com atenção o crescimento dele no Porto-POR e a provável transferência para o Real Madrid no meio do ano. 

Já chamado pelo treinador, o campeão olímpico Rodrigo Caio também persegue oportunidades concretas. Ele foi titular contra a Colômbia, no amistoso de janeiro, e agrada bastante pela postura, leitura de jogo e atributos. Ainda se enquadra no perfil de jovem, com projeção para o Mundial 2022. 

MEIO-CAMPISTAS

Henio kalis/Reuters

Paulinho, Casemiro, Renato Augusto e Fernandinho, todos muito utilizados por Tite, já têm conceito formado e não se incluem nos testes. Giuliano já é outro atleta com uma partida como titular e outras participações nas Eliminatórias.

Por outro lado, nesse setor, há pelo menos uma vaga totalmente aberta no grupo. Chamado nas primeiras listas de Tite, o meia Lucas Lima cresceu de produção nas últimas semanas e tem em seu histórico atuações boas com Dunga. Mas, para o novo treinador, ainda precisa se provar.

Observado em treinamentos nos últimos dias e amistoso contra a Colômbia, Diego agradou Tite pelo papel realizado no Flamengo e pelas possibilidades táticas, além de experiência. É possível que volte a ser chamado. Outro monitorado é Oscar, já convocado e que agora precisa se provar na China. 

Um jogador muito considerado e que Tite observa com atenção é o já rodado Elias. Titular absoluto na era Dunga, teve participações importantes com o treinador no Corinthians. Se crescer de produção no Atlético-MG, provavelmente passa a ser cotado.

A situação de Fabinho, no Monaco, é completamente oposta. Ele é pouco conhecido da comissão técnica e não tem muitos jogos com Dunga, mas vive momento de muito destaque na Europa. Tite havia pensado em uma viagem à França. Ele é considerado como volante, e não mais lateral.

Um nome que corre por fora, mas tem características diferentes de todos os outros é o corintiano Rodriguinho. Tite gosta bastante do meia, talhado por ele nos tempos de Corinthians, e também gostou de sua atuação contra a Colômbia em janeiro. Mas há outros em vantagem. 

ATACANTES

AFP PHOTO / CHRISTOPHE SIMON

Neymar, Coutinho e Willian estão muito seguros dentro do grupo. Por outro lado, há uma grande competição pela vaga aberta. 

O nome de maior importância e favorito é indiscutivelmente Douglas Costa, mas desfalque em três das quatro listas de Tite. Protagonista durante a era Dunga, é pensado pelo técnico tanto para a função de Coutinho quanto para a de Neymar. Mas precisa provar sua condição novamente. 

Quem claramente ganhou pontos foi Dudu, chamado em janeiro e novamente na última semana. Mais maduro e em ascensão, deverá ser testado em situação mais importante. Oferece possibilidades táticas distintas: além de poder suprir Neymar e Coutinho, atua às costas do centroavante. 

Chamado por Tite anteriormente, Taison parece ter perdido espaço, mas segue dentro do radar. Já Lucas, do PSG, já foi citado publicamente pelo treinador como um nome que agrada. A crise na equipe francesa, porém, atrapalha. 

CENTROAVANTES

Pedro Martins/MoWa Press

Gabriel Jesus é nome indiscutível e Roberto Firmino já deu respostas bem positivas, mas é provável que outros jogadores possam ser observados. 

A última convocação deixou claro que Diego Souza é a opção mais considerada para um atleta de força física e capaz de jogar como pivô. 

O nome de Luan agrada a comissão técnica, mas por outro lado ele realiza uma função muito específica, como falso nove. Tite prefere ter outras características no grupo. 

Chamado pelo treinador na primeira lista, Gabigol perdeu bastante espaço e só será levado em conta se jogar em alto nível de novo. A seu favor, pesa o fato de trabalhar diariamente com o auxiliar Sylvinho na Inter de Milão. Com gols marcados na Copa América com Dunga, já se provou pela seleção em um curto período. 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos