STJD nega liminar e Paranaense segue em disputa; rebaixamento em aberto

Napoleão de Almeida

Colaboração para o UOL, em São Paulo

  • Comunicação PRC

    Duelo entre Atlético e Paraná está confirmado nas quartas de final

    Duelo entre Atlético e Paraná está confirmado nas quartas de final

O STJD definiu no início da noite desta quinta-feira que o Campeonato Paranaense não será paralisado, negando o pedido de uma liminar cautelar feita por Toledo, Rio Branco e Foz do Iguaçu. Com isso, a rodada anunciada pela Federação Paranaense está confirmada para o domingo, 16h.

"Neguei o pedido liminar da paralisação", disse à Rádio Banda B o presidente do STJD, Ronaldo Piacente. Ele explicou que compreendeu que foi a escolha menos danosa ao campeonato, ainda que o rebaixamento venha a mudar depois. "Entendo eu que não há uma prova robusta que possa paralisar essa competição. Entendo que mesmo que se for provido o recurso posteriormente, pela perda de pontos do J. Malucelli, o prejuízo é menor por uma questão de datas. Segue normal a competição", afirmou.

O STJD ainda não recebeu pedido de recurso para julgar em instância superior o Caso Getterson, atacante do J. Malucelli que teria atuado irregularmente. A decisão pode mudar a classificação do Estadual.

Assim, estão confirmados os jogos de ida da fase de quartas-de-final. Na Arena da Baixada, o Atlético (8º) recebe o Paraná, líder da primeira fase. O vice-líder Coritiba viajará até Cascavel (7º) pegar o time da casa. O Cianorte, terceiro colocado, viaja até Prudentópolis (6º) e o Londrina (5º) recebe o J. Malucelli (4º) no Estádio do Café. Não há vantagem de resultados pela classificação na Primeira Fase. As séries serão decididas em soma de pontos entre os clubes, com saldo de gols e sem peso para gols fora.

Caso Getterson

O grande problema que pode mudar o campeonato é a situação de Getterson, do J. Malucelli. A procuradoria do TJD-PR ofereceu denúncia por suposta irregularidade na inscrição do jogador, que atuou sem que o nome estivesse no BID em três rodadas. Porém, o regulamento do campeonato dá margem à compreensão de que as regularizações poderiam ser feitas até a nona rodada. O TJD retirou 16 pontos do Jotinha em primeira instância e os devolveu em segunda. O julgamento em instancia superior ainda não está confirmado, mas pode acontecer na próxima quinta (06).

Sem os pontos, o J. Malucelli cai da 4ª para a última posição e seria rebaixado, ao lado do PSTC, livrando o Toledo da queda. Além disso, a punição ao J. Malucelli pode ainda qualificar o Londrina às semifinais da competição, mesmo sem o encerramento das quartas de final.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos