Clássico português tem 250 cadeiras quebradas, bar destruído e fogo em lixo

Do UOL, em São Paulo

  • AFP PHOTO / FRANCISCO LEONG

    Com a bola rolando, Jonas deixou o dele de pênalti e Maxi Pereira empatou para o Porto

    Com a bola rolando, Jonas deixou o dele de pênalti e Maxi Pereira empatou para o Porto

O vandalismo em estádios de futebol definitivamente não é exclusividade brasileira. No clássico entre Benfica e Porto neste sábado (01), a torcida azul e branca quebrou 250 cadeiras do Estádio da Luz, além de outros estragos contabilizados pela equipe de Lisboa.

A lista organizada pelo Benfica contém um vidro de bar destruído, sete tampas de privada e uma pia quebradas nos banheiros do setor visitante. Torcedores do Porto também teriam colocado fogo em uma lixeira. Outros objetos vandalizados são menos comuns: o Benfica alega que os portistas cortaram cabos de um modem de internet, além de terem destruído uma betoneira.

Em campo, deu empate por 1 a 1. Jonas marcou para o Benfica, e Maxi Pereira empatou. As Águias seguem na liderança do Campeonato Português com 65 pontos, um à frente dos Dragões faltando sete rodadas para o final.

Houve momentos de tensão também na torcida do Benfica, que implicou com torcedores rivais na arquibancada do Estádio da Luz. Em tese os portistas ficam livres para assistir ao jogo nos setores do rival, mas na prática a convivência não foi tão pacífica. Teve discussão e farta ameaça de agressão (veja no vídeo abaixo).

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos