Polícia inglesa recebe 187 denúncias de abuso sexual de crianças no futebol

Do UOL, em São Paulo

Desde que um ex-jogador revelou um esquema de abuso sexual de crianças no futebol, a polícia inglesa tem recebido várias denúncias. Um levantamento publicado pelo jornal The Guardian neste sábado (01) mostra que 187 casos já foram reportados desde novembro do ano passado. Vinte e três deles teriam acontecido desde 2011.

A conclusão das autoridades é que a prática é comum e ainda existe, contrariando a tese de que o abuso sexual infantil teria sido extinto do futebol inglês. Há casos em todos os anos entre 2005 e 2016, e é provável que a quantidade de assédios seja muito maior do que os números atuais.

O advogado Dino Nocivelli, que representa várias vítimas de abuso infantil, alega que o problema é muito maior do que 187 casos. "A maioria das vítimas não é capaz de revelar o abuso pelo qual passou antes de chegar aos 30 ou 40 anos. Além disso, há as que nunca falarão sobre o assunto", explica.

O escândalo tomou o noticiário inglês em 2016, quando o ex-jogador Andy Woodward revelou ter sido vítima de abuso sexual quando tinha 11 anos e atuava nas categorias de base. O técnico pedófilo, Barry Bennell, foi condenado em 1998 a nove anos de prisão após admitir ter abusado de seis crianças.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos