Treinador do Vasco diz que ex-boleiro que vira técnico tem que estudar, sim

Do UOL, em São Paulo

O técnico do Vasco, Milton Mendes, discorda que ex-jogadores de futebol que passam a comandar times não precisam estudar por que já sabem tudo sobre futebol. "Não acho que seja por aí, a evolução teórica é importante", declarou ele em entrevista ao Esporte Espetacular, da TV Globo.

"Quem tem a prática consolidada não vai perder e isso é um diferencial, mas se você conseguir aliar a prática à teoria o resultado vai ser sempre melhor", disse o técnico na entrevista. Na mesma reportagem o programa lembrou do técnico do Grêmio, Renato Gaúcho, que recentemente em  entrevista coletiva afirmou que quem não entendia de futebol precisava ir estudar, e quem entendia (que nem ele, em sua visão) podia ir tirar umas férias na praia.

Os dois são ex-jogadores. O entrevistado não polemizou com o colega, mas falou da importância de ter ido estudar na Europa e ter começado a trabalhar como técnico por lá. Mendes recebeu o UEFA Pro -- um diploma concedido a quem faz o curso de técnicos da UEFA, trabalha no continente e depois faz a segunda parte para concluí-lo. De acordo com o treinador, ele é o único brasileiro que possui a certificação. "Aprendi demais, minha cabeça hoje é outra."

O técnico diz que está dedicando-se de corpo e alma ao time, a ponto de afirmar que está casado com o Vasco e os jogadores do time. Mendes começou a carreira de jogador no Vasco, e foi contratado no final de março para comandar a equipe.

Com passagens como técnico em times de Portugal e Quatar, no Brasil Mendes comandou a Ferroviária, Paraná, Atlético Paranaense, Santa Cruz e agora, Vasco.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos