Um jogador do Orlando City chama atenção da Europa (e não é o Kaká)

Do UOL, em São Paulo

Quando Kaká chegou ao Orlando City, em 2015, atraiu a atenção da Europa. Afinal de contas, o brasileiro, mesmo no final de carreira, ainda é um dos grandes talentos do futebol mundial e seria um dos grandes nomes da MLS. Mas, hoje, se os holofotes seguem em Orlando, o responsável não é o meia formado no Morumbi, mas um jogador que aprendeu a jogar bola no Canadá.

O atacante Cyle Larin é, hoje, a maior revelação atuando no futebol norte-americano. Em 2015, foi eleito calouro do ano da liga e, nas duas temporadas que disputou, ninguém marcou mais gols do que ele em Orlando. Nesta temporada, sua equipe balançou as redes três vezes. Ele foi o responsável pelos três gols.

Stephen M. Dowell/Orlando Sentinel via AP
Cyle Larin e Kaká comemoram gol do Orlando City
O bom momento chamou atenção do Everton. Segundo o tablóide inglês The Sun, ele é visto como uma solução barata para a saída de Romelu Lukaku. O belga é artilheiro do Campeonato Inglês, mas rejeitou as propostas de renovação de contrato mais recentes colocadas na mesa pelo clube de Liverpool.

O Everton não foi o único. No meio de 2016, clubes como Celtic, da Escócia, AZ, da Holanda, e Benfica, de Portugal, foram ligados ao atacante. De acordo com a revista inglesa Four Four Two, até o Corinthians teria interesse – o UOL Esporte, porém, não conseguiu confirmar a informação.

Mas o que torna Larin diferente? Se você assistiu ao vídeo acima, já sabe a resposta. Larin tem 1,88m e é muito forte. E parece estar sempre no lugar certo para finalizar as jogadas. Sua compilação de melhores momentos não mostra belos dribles ou jogadas em velocidade. Mas mostra oportunismo. Mais ou menos como o belga Lukaku.

Seus números ainda são discretos. Foram 17 gols na primeira temporada e 14 gols na segunda. Além dos três gols da temporada atual (que teve apenas duas rodadas até agora). Pela seleção canadense, são 13 jogos como titular e cinco gols.

Mesmo assim, ele tem a aprovação de alguém que conhece o mercado europeu. Para Kaká, ele tem talento suficiente para brilhar na Europa. "Ele é uma surpresa. Olhe para a segunda temporada dele. Normalmente, é nesse momento que os jovens jogadores sofrem, já que a marcação sobre você muda. Todos conhecem como você joga e estão preparados. Mas ele continuou jogando bem e marcando gols. Ele pode ir muito longe. Ele pode ser brilhante em sua terceira temporada na MLS, mas pode ser uma estrela na Europa também", analisou o brasileiro.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos