Venda de mando falha, e Linense arrecada 20% do que levou ante o Palmeiras

Do UOL, em São Paulo

A polêmica das quartas de final do Campeonato Paulista teve um novo capítulo neste domingo. Apesar de vender o mando e concordar em atuar as duas partidas contra o São Paulo no Morumbi, o Linense não conseguiu chegar nem perto do que acumulou como mandante diante do Palmeiras, ainda na 1ª fase do Estadual.

Na ocasião, a renda líquida foi de R$ 320.629,00. Neste domingo, a equipe do interior ficou com pouco mais de R$ 60 mil, o que significa metade dos cerca de R$ 120 mil arrecadados com a abertura das quartas de final. Para compensar a perda, o time agora precisa de uma renda líquida de quase R$ 500 mil. 

Curiosamente, o jogo contra o campeão brasileiro foi disputado em Araraquara, cidade que fica a 200 km de Lins, e que também foi cogitada para abrir o mata-mata. Alegando que seria minoria em qualquer estádio, a diretoria entrou em acordo com os são-paulinos e topou jogar as duas partidas na capital, dividindo igualmente a renda dos dois jogos. 

Para piorar a equação, além de ter recebido 20% do valor que recebeu atuando em Araraquara, o Linense ainda foi derrotado por 2 a 0 e tem menos chances de conseguir avançar à semifinal. O técnico Márcio Fernandes disse na zona mista que não teve participação. 

"Isso é uma coisa da direção e eu fui apenas comunicado (não consultado). Eu seria louco de dizer que não teríamos mais chances de vencer se a gente atuasse como mandante", explicou. 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos