Diego Alves reforça desejo de voltar à seleção e diz viver sua melhor fase

Do UOL, em São Pualo

  • Manuel Queimadelos Alonso/Getty Images

Ainda sem ser convocado por Tite desde que o técnico assumiu o comando da seleção brasileira, Diego Alves mantém a esperança de ser chamado para o time nacional e poder mostrar seu trabalho até a definição dos 23 que disputarão a Copa do Mundo da Rússia, em 2018.

"O trabalho vem sendo feito e dizem que estão observando. Tenho capacidade de estar na seleção. Me encontro na melhor forma pessoal e profissional. Vou seguir fazendo o melhor trabalho. Me sinto bem capacitado para poder fazer parte da seleção. Meu objetivo é voltar para a seleção brasileira, sem dúvida", afirmou em entrevista a Fox Sports nesta segunda-feira.

Em fevereiro, o preparador de goleiros da seleção brasileira, Taffarel, esteve em Valência para visitar o goleiro e conhecer a estrutura do Valencia.

"O Taffarel, junto com a comissão, esteve em vários lugares. Estive 3 dias com ele aqui, ele acompanhou treinos e jogos. O acompanhamento está sendo feito. Por isso digo que tenho de seguir meu trabalho. Taffarel conhece meu trabalho. Estivemos juntos na Copa América (de 2016) . Pode ser que momento chegue e aí tenho de estar preparado. O Taffarel, independentemente de ser treinador de goleiro, sempre foi ídolo meu. Foi um prazer tê-lo recebido aqui", disse o goleiro.

A última vez que Diego Alves foi convocado para a seleção foi na Copa América Centenário de 2016, nos Estados Unidos. Ele, entretanto, não entrou em nenhum jogo.

No domingo, o goleiro pegou mais um pênalti na vitória do Valencia por 3 a 0 sobre o La Coruña pelo Campeonato Espanhol.

 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos