Giovanni Augusto reluta saída, mas Inter e Corinthians insistem por negócio

Dassler Marques e Ricardo Perrone

Do UOL, em São Paulo

  • Daniel Augusto Jr/Agência Corinthians

A troca entre Corinthians e Internacional estagnou nas últimas horas por conta de Giovanni Augusto. O meia reluta em deixar o Parque São Jorge no negócio que tornaria o atacante Valdívia reforço corintiano pelos próximos oito meses.  

Inicialmente, Giovanni sinalizou que não colocaria obstáculos para a mudança a Porto Alegre, mas nesta segunda-feira deu outro tipo de indicação. Os termos da transferência, com um empréstimo até dezembro, não agradaram o meia. 

As outras partes, porém, pretendem insistir pela negociação. Apesar de observar a movimentação de outros clubes por Valdivia, caso do Palmeiras, o Internacional enxergou em Giovanni Augusto o jogador ideal para a operação que levaria seu atacante ao Parque São Jorge. A direção do Corinthians também vê de maneira similar, já que viabilizaria a saída de um nome desgastado e daria um reforço de qualidade ao treinador Fábio Carille. 

Nas conversas para tentar convencer Giovanni Augusto a sair, a direção do clube alegou que a mudança para o Internacional seria interessante para o jogador recuperar sua melhor condição e, em 2018, eventualmente retornar ao Corinthians ou alcançar uma transferência em definitivo. O respaldo de Antônio Carlos Zago para a aquisição de Giovanni é outro ponto para tentar viabilizar o negócio. 

Nesta segunda, o Corinthians esperava fechar a troca antes de definir a relação de 30 inscritos para a Copa Sul-Americana, mas precisou incluir Giovanni Augusto no grupo em razão da dificuldade de selar negócio com o Inter. Valdivia, que já não pode atuar na Copa do Brasil, só atuaria no Brasileirão e em fases seguintes do torneio da Conmebol, se os corintianos progredissem. 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos