No retorno das torcidas, Lazio elimina Roma e avança à final da Copa Itália

Do UOL, em São Paulo

A superioridade da Lazio na primeira partida da semifinal da Copa Itália fez a diferença no duelo contra a Roma. Nesta terça-feira (4), mais uma vez no Estádio Olímpico, a equipe azul e branca foi derrotada por 3 a 2, mas conseguiu a classificação para a final - o primeiro duelo acabara com vitória da Lazio por 2 a 0.

Agora, a Lazio esperava o vencedor do confronto entre Napoli e Juventus para conhecer seu rival na grande final. O time azul e branco já conquistou o torneio em seis oportunidades, sendo a última justamente em uma final contra a Roma.

Já para a Roma resta apenas sonhar com uma virada no Campeonato Italiano. Os comandados de Luciano Spalletti estão na segunda colocação com 68 pontos, seis a menos que a líder Juventus. Faltam oito rodadas para o final do torneio nacional.

Organizadas voltam ao Estádio Olímpico

Marco Rosi/Getty Images

A partida marcou a volta das torcidas organizadas ao Estádio Olímpico. Os "ultras" das duas equipes estavam afastados há um ano e meio. Nos últimos meses, os torcedores ficaram de greve para protestar sobre as medidas de segurança para entrar ao estádio.

O início dos protestos aconteceu por causa da instalação de barreiras de segurança que separavam as partes sul e norte do restante do estádio – os locais são destinados aos torcedores organizados das duas equipes. Para esta terça-feira, os bloqueios foram retirados.

Zaga da Roma dá bobeira e Milinkovic não perdoa

O duelo começou de maneira bastante equilibrada, sem que nenhuma das equipes conseguisse imprimir uma superioridade em campo. E a toada se mantinha até os 37 minutos do primeiro tempo, quando a zaga da Roma vacilou e a bola ficou com Immobile, que chutou para a defesa de Alisson. No rebote do goleiro brasileiro, porém, Milinkovic apareceu livre para empurrar para o fundo das redes.

El Shaarawy faz a Roma ir para o intervalo sonhando

O gol sofrido fez com que a Roma precisasse remar tudo de novo. Com 1 a 0 contra, a equipe de Spaletti precisava fazer três tentos para conseguir a classificação. E a esperança voltou a aparecer aos 42 minutos do primeiro tempo, quando El Shaarawy aproveitou cruzamento e pegou de primeira para empatar a partida.

Immobile amplia e lá vem "olé"

Precisando de três gols para conseguir a classificação, a Roma se lançou completamente ao ataque logo no início do segundo tempo. E a afobação dos comandados de Luciano Spaletti cobrou seu preço. Aos 10 minutos, Immobile apareceu completamente livre contra o goleiro Alisson e só teve o trabalho de tocar no canto do brasileiro para fazer o segundo gol da Lazio.

Com a situação ficando muito confortável para a Lazio, as vozes vindas da parte azul da arquibancada passaram a entoaram um uníssono "olé" a cada troca de passe da equipe.

Salah faz dois, mas era tarde demais

O gol de Immobile deixou a situação da Roma praticamente impossível. A equipe precisaria fazer quatro gols para conseguir reverter o placar e se classificar. E ela conseguiu um, aos 20 minutos do segundo tempo, com Salah. O egípcio aproveitou rebote do chute de El Shaarawy para empatar o jogo.

O mesmo Salah, nos acréscimos, ainda fez mais um, mas não havia mais tempo para a Roma buscar o resultado que a levaria para a final da Copa Itália.

Rivalidade antes mesmo de a bola rolar

Um momento curioso antecedeu o início da partida. Tradicionalmente, na parte final da canção "Roma, Roma, Roma", o som abaixa e a torcida romanista segue a canção. Em um estádio dividido, porém, o momento se dividiu entre pessoas que cantavam e rivais que vaiavam.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos