Higuaín faz 2 em classificação da Juve e aponta dedo para cartola do Napoli

Do UOL, em São Paulo

A torcida do Napoli provocou Gonzalo Higuaín e lembrou da pior maneira o quão importante é tê-lo no seu time. Nesta quarta-feira (5), na semifinal da Copa Itália, o agora jogador da Juventus balançou as redes duas vezes na vitória napolitana por 3 a 2. Apesar da derrota, a classificação foi para a equipe do argentino, que havia vencido o primeiro jogo por 3 a 1.

Antes do jogo e depois de anotar o primeiro gol, Higuaín fez questão de apontar em direção ao presidente do Napoli, Aurelio De Laurentiis, dando a entender que seria do dirigente a culpa pela venda do atacante para a Juventus.

Na final da Copa Itália, a Juventus terá pela frente o Lazio, que eliminou a Roma na última terça-feira (4).

Higuaín marca e desabafa contra presidente do Napoli

Higuaín deixou claro que estava engasgado com o presidente do Napoli, Aurelio De Laurentiis. Antes do início da partida, enquanto ouvia vaias vindas dos torcedores, o atacante apontou para o mandatário, dando a entender que teria sido culpa dele sua saída para a Juventus.

Depois, na comemoração do gol, Higuaín voltou a apontar em direção a De Laurentiis, que acompanhava tudo nas tribunas, e disse: "É sua culpa". Mesmo sem ser de maneira efusiva, o argentino fez questão de comemorar o gol marcado aos 31 minutos da primeira etapa.

Hamsik empata o jogo

O Napoli conseguiu um fio de esperança quando Hamsik balançou as redes aos 7 minutos do segundo tempo. Callejón tentou o chute, a bola bateu na defesa da Juventus e sobrou para Hamsik chutar no canto esquerdo de Neto.

Lei do ex em dobro

Os anos passados ao lado de Higuaín não foram suficientes para a defesa do Napoli perceber o perigo de deixar o atacante livre. Aos 13 minutos do segundo tempo, Dybala achou Cuadrado na direita, que cruzou rasteiro para o argentino, livre, chutar firme para o fundo das redes. O segundo gol do ex-jogador do Napoli.

Napoli volta a acreditar após banho de água fria

O gol de Higuaín deixou o Napoli em uma situação complicadíssima. Para avançar para a final, o time precisaria marcar mais quatro gols. E em seis minutos, a torcida presente no San Paolo passou a acreditar que poderia ser possível.

Aos 15 minutos, Mertens entrou no lugar de Milik e no primeiro lance balançou as redes. Neto errou o domínio após cobrança de lateral e o atacante apareceu para empurrar para o fundo das redes. Aos 21, Callejón fez boa jogada pela direita, rolou para trás e Insigne apareceu para mandar para o fundo do gol. 

Os dois, porém, acabaram não sendo suficientes para a classificação. Após os dois tentos, a Juventus equilibrou a partida e deixou o estádio com a classificação.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos