Recuperado, Dedé considera difícil voltar ao nível de atuação de 2013

Do UOL, em São Paulo

 

Zagueiro do Cruzeiro que ficou mais de um ano afastado dos gramados por lesão, Dedé crê ser difícil voltar ao nível de atuação de 2013 e 2014, sua melhor fase pelo time mineiro. Em entrevista à ESPN, o atleta falou sobre as lesões sucessivas no joelho direito e sua recuperação. 

"Acho que será difícil para chegar ao nível que cheguei em 2013, aqui no Cruzeiro", disse, sincero. "Mas posso chegar lá. Hoje tivemos um jogo contra os juniores, a molecada botou uma correria. Vi que não estou longe do que eu era, mas preciso melhorar. Busco treinar muito, fazer academia, recuperar a força. Estou confiante para que esse seja um ano", prosseguiu.

Dedé começou a sofrer com as contusões em 2014 e, em 2016, foi submetido à sua cirurgia mais recente. "Sinto-me muito bem", afirmou Dedé, que voltou aos duelos oficiais em março, pela Primeira Liga, contra o Joinville. "Ainda não fiz daquelas partidas que sempre fiz, mas me sinto bem", completou. O jogador, desde 2015, jogou apenas sete partidas profissionais. 

O defensor também comentou sobre como superou a decepção pelo tempo parado. Citou a família, a fé em Deus, a companhia dos amigos e, sobretudo, a pesca e o samba. 

"Amo pescar. Bruno Rodrigo (ex-Cruzeiro) me levou para pescar e esse era meu momento de lazer e de descanso. Meu lazer maior foi mesmo a pesca, sentava à beira do lago e puxava uns peixes. E sou um pagodeiro nato. Gosto de reunir as pessoas em casa. Quando se está no pagode, na pesca, esquece-se de tudo. Coisas assim são boas".

Questionado sobre um retorno à seleção brasileira ou ao Vasco, disse que só pensa no Cruzeiro: "Quero dar alegria a quem confiou em mim". "Estou aqui no cruzeiro, vivendo um momento bom. Vasco me fez crescer no futebol, tenho muito carinho pela torcida. Nunca vou falar que não jogaria no Vasco. Hoje estou aqui, feliz. O futuro a deus pertence". 

 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos