Estão todos errados, diz Renato sobre confusão no fim do jogo do Grêmio

Do UOL, em Porto Alegre

Renato Gaúcho participou de um episódio fora do comum nos últimos minutos de Grêmio e América-MG, nesta quarta-feira (5), na Arena do Grêmio. Depois de um pênalti reclamado pelo time de Belo Horizonte, Maxi Rodríguez foi atingido no ataque e a confusão se instalou. Os treinadores bateram boca à beira do gramado e o comandante do Tricolor não se esquivou.

Renato discutiu com Enderon Moreira e os seguranças do Grêmio precisaram agir para afastar reservas do América-MG. Houve bate-boca entre funcionários do clube gaúcho e atletas do time visitante no túnel, após a expulsão de Alex Silva e Maxi Rodríguez.

"A confusão no final é... Acho que está todo mundo errado. Teve o fairplay, nem sei se o Maxi ia entregar a bola. Não teve tempo. Foi chutado. Eu quero que meus jogadores devolvam a bola no fairplay, mas não precisa chutar ninguém. Infelizmente faz parte, fazer o que?", disse Renato Gaúcho.

Logo após o apito final, o goleiro João Ricardo citou a jogada entre Ernandes e Fernandinho, na área do Grêmio.

"Começou no lance do pênalti, rasgou a boca toda do Ernandes e o árbitro fingiu que não viu. Aí o Auro chutou para fora e eles não deram fairplay", afirmou o goleiro.

Antes da confusão, o Grêmio marcou com Everton e garantiu a classificação à próxima fase da Primeira Liga. Segundo colocado no grupo, atrás do Flamengo, o Tricolor espera sorteio para saber quem será o próximo adversário no torneio.

Jogo não agradou, mas Renato comemora vaga do Grêmio

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos