Sampaoli explica abraço em Neymar: "Aponta para ser sucessor de Messi"

Do UOL, em São Paulo

  • AFP PHOTO / LLUIS GENE

Mesmo derrotado pelo Barcelona no Camp Nou, Jorge Sampaoli, treinador do Sevilla, fez questão de cruzar o gramado para dar um abraço em Neymar, logo depois da partida que terminou em 3 a 0, pela 30ª rodada do Campeonato Espanhol. O argentino explicou o que motivou seu gesto. 

"Aponta para ser o sucessor de Messi e tomara que seja, porque tem grandes virtudes", disse, depois de elogiar o craque brasileiro. 

Neymar participou do segundo gol do Barça no duelo, mas foi mais discreto do que Messi e Suárez em campo. O argentino fez dois gols e deu uma assistência, o uruguaio deu passe para tento de Messi e anotou um de bicicleta. 

Sampaoli, argentino, também aproveitou para defender o compatriota Messi de críticas que o camisa 10 sofre em seu país natal. 

"Não concordo que se critique o melhor do mundo, ainda mais um argentino. É um grande jogador, que orgulha a todo argentino", afirmou. 

Sobre a partida, disse que o Barça teve "oito minutos diabólicos". O time da casa anotou seus três gols entre os 25 e 33 minutos do primeiro tempo. 

Com a vitória, o Barça mantém pressão sobre o Real Madrid na disputa pela liderança do Campeonato Espanhol. O Sevilla de Sampaoli vive mau momento e não triunfa há cinco rodadas. Estacionado em quarto com 58 pontos, vê o Villarreal (51) se aproximar.  

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos