Time espanhol armou resultado de até 5 jogos, diz emissora

Do UOL, em São Paulo

  • Reprodução/Twitter

A goleada aplicada pelo Barcelona B por 12 a 0 não foi o único confronto armado pelo Eldense. De acordo com a rádio Cadena Cope, fontes policiais confirmaram que o clube espanhol manipulava os resultados por apostas.

Ainda de acordo com a emissora espanhola, o primeiro jogo armado foi contra o Villarreal B, que terminou com derrota do Eldense por 4 a 0 e o prêmio para os jogadores era de 60 mil euros (cerca de R$ 198 mil). O valor era investido por máfias chinesas e italianas envolvidas no esquema de apostas.

O segundo duelo foi contra o At. Baleares no dia 5 de março. Cada jogador envolvido teria recebido os mesmos 60 mil euros (cerca de R$ 198 mil). O terceiro duelo, que teve uma separação das máfias, foi contra o Cornellà em 19 de março.

Segundo a Cope, em todos os momentos que algum jogador do Eldense tentava marcar um gol, outro atleta envolvido no esquema falava: "Não agora, idiota". Isso provocou tensões no elenco.

No duelo entre Eldense e Gava (1 a 0) no dia 26 de março, estava previsto um 0 a 0 no primeiro tempo e 1 a 0 para o Gava no fim. O objetivo não se consolidou na primeira metade do jogo e mais uma vez os atletas ficaram tensos.

Contra o Barça B apenas a máfia asiática estava envolvida. Os chineses apostaram uma diferença de 9, 10 ou 11 gols. Com isso, cada jogador envolvido ganharia 150 mil euros (aproximadamente R$ 495 mil).

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos