Concacaf admite candidatura conjunta de três países a sede da Copa de 2026

Do UOL, em São Paulo

  • Philipp Schmidli/Getty Images

    Segundo Victor Montagliani (foto), Copa 2026 pode acontecer em EUA, Canadá e México

    Segundo Victor Montagliani (foto), Copa 2026 pode acontecer em EUA, Canadá e México

México, Estados Unidos e Canadá devem lançar uma candidatura conjunta para sediar a Copa do Mundo de 2026. A informação foi divulgada nesta quinta-feira pelo jornal britânico The Guardian após entrevista com o presidente da Concacaf, Victor Montagliani.

Segundo o dirigente, "a ideia existe há algum tempo". "As discussões continuam, e será uma proposta muito empolgante caso se torne realidade", afirmou Montagliani, sem preocupações a respeito de questões políticas envolvendo os três países – no caso, entre americanos e mexicanos.

"Não temos nada além de observações positivas a respeito. Este é um sinal muito forte de que o futebol pode fazer para unir os países", completou.

A declaração do canadense Montagliani, eleito presidente da Concacaf em maio, reforça rumores recentes referentes aos três países na Copa de 2026. Em março de 2016, por exemplo, o presidente da Federação Mexicana de Futebol (FMF), Decio de María de Serrano, anunciou a intenção de receber a Copa do Mundo pela terceira vez em seu país – o México foi país-sede do Mundial da Fifa em 1970 e 1986, substituindo a Colômbia neste último.

Mais tarde, em setembro, o presidente da Fifa, Gianni Infantino, admitiu a possibilidade de realizar a Copa de 2026 em três países. "Não há limite para tudo o que é bom para o futebol", afirmou. Na época, já era cogitada uma candidatura envolvendo EUA, México e Canadá.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos