Em meio a obras públicas, Celta de Vigo quer novo estádio em cidade vizinha

Do UOL, em São Paulo

  • Miguel Riopa/AFP Photo

    Estádio Balaídos passa por obras custeadas por Prefeitura de Vigo; clube reclama

    Estádio Balaídos passa por obras custeadas por Prefeitura de Vigo; clube reclama

O Celta de Vigo deverá abandonar o Estádio Balaídos, inaugurado em 1928. A informação foi divulgada nesta sexta-feira pelo presidente do clube, Carlos Mouriño, em entrevista.

De acordo com o dirigente, a tendência é que o Celta construa um novo estádio em uma cidade vizinha a Vigo. Mouriño afirma que a decisão "não tem volta", mas ainda dá poucos detalhes a respeito da futura arena – que, segundo o jornal espanhol El País, deverá custar 50 milhões de euros (pouco mais de R$ 165 milhões).

O anúncio acontece no momento em que o Estádio Balaídos passa por uma grande reforma, bancada majoritariamente com verbas públicas. Questionado, o presidente do Celta não se mostrou incomodado com a obra em questão.

"Não temos controle sobre a obra. Estão fazendo um envoltório muito bonito, mas que não está de acordo com nossas pretensões", explicou.

O estádio é propriedade pública, mas tem sido alugado pelo Celta desde a inauguração. De forma a contar com uma arena própria, o clube quer se desvincular do campo atual, enquanto a Prefeitura de Vigo conduz as obras atuais no local.

"Agora já não nos interessa. No dia certo, aplaudimos a reforma, mas este não é o Balaídos que nos falaram. A cada passo que se dá na obra, surgem mais problemas", argumentou Mouriño, ainda sem prazo para trocar de estádio.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos